TERRAS DE PENALVA ONDE «A LIBERDADE É A COMPREENSÃO DA NECESSIDADE»
Domingo, 23 de Novembro de 2014
Solidariedade com o Povo Palestino em Almada

Solidariedade Povo Palestino1

MPPM

-

Publicado neste blog:

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 09:23
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 22 de Novembro de 2014
A Crise do Sistema Capitalista: As dinâmicas do futuro afastam a Europa das lógicas de guerra do Ocidente

geab_89_0

 Clicar na imagem para visualizar a ligação

-

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 09:41
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 21 de Novembro de 2014
Absurdo sem limites

Barack Obama_dança

Afirmou Obama em conferência de imprensa: «Temos uma posição muito firme sobre a necessidade de preservar princípios internacionais fundamentais. E um desses princípios é o de que não se invadem outros países, nem se financiam agentes, nem se lhes dá apoios que conduzam à divisão de um país que tem mecanismos para eleições democráticas» (Reuters, 16.11.14.

 

É preciso não ter vergonha na cara...

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 11:16
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 20 de Novembro de 2014
7º Congresso da CNA e da Agricultura Familiar Portuguesa

Cartaz 7º Congresso CNA

Clicar na imagem para visualizar a ligação

 

O VII Congresso da CNA e da Agricultura Familiar Portuguesa vai realizar-se a 23 de Novembro de 2014, no Pavilhão de Feiras e Exposições de Penafiel.

Este VII Congresso integra-se nas comemorações do Ano Internacional da Agricultura Familiar. 

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 17:31
link do post | comentar | favorito
|

Mais força para as próximas batalhas

Avante 2138

 

    

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

para visualizar clique aqui

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 09:05
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 19 de Novembro de 2014
Encontro de eleitos e activistas da CDU do distrito de Viseu

EncontroCDU_Real

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A escolha de Real para a realização do Encontro, uma freguesia CDU do Concelho de Penalva do Castelo, foi intencional. Real afirma-se no panorama das freguesias do País como um exemplo único de boa gestão, de prática permanente da democracia participativa, expressa na discussão com a população de todos os orçamentos e planos de actividades e obras fundamentais, de respostas sociais humanizadas e não caritativas, de recuperação e valorização do património natural e cultural, de pioneirismo nas soluções encontradas para a ocupação dos tempos livres dos habitantes de todas as idades, de preocupação constante com o bem estar e a elevação da qualidade de vida dos seus fregueses.

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 10:42
link do post | comentar | favorito
|

É necessário garantir o funcionamento do Posto Médico de Tendais!

SNSaúde.jpg

Apesar das reclamações da população, os responsáveis médicos locais e regionais recusaram até hoje substituir o médico entretanto reformado e não permitem que o Posto Médico funcione com um médico pago pela Junta de Freguesia!

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 10:28
link do post | comentar | favorito
|

Solidariedade com o Povo Palestino em Grândola

Solidariedade Povo Palestino

MPPM

-

Publicado neste blog:

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 09:13
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Terça-feira, 18 de Novembro de 2014
Defesa e recuperação dos serviços públicos e funções sociais do Estado

Clicar na imagem para ampliar

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 08:27
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Segunda-feira, 17 de Novembro de 2014
A situação dos precários em Portugal
  • «Os trabalhadores independentes (trabalhadores por conta própria sem empregados, segundo o INE) mais os trabalhadores contratados a prazo
  • A dimensão desta realidade em Portugal e consequências económicas e sociais»

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 14:19
link do post | comentar | favorito
|

Marcha Nacional de 21 a 25 de Novembro de 2014

marcha_nov 2014

Marcha Nacional de 21 a 25 de Novembro de 2014

 

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 08:08
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 16 de Novembro de 2014
Presidente, Luís Filipe Vieira, presente no último adeus a José Casanova

Emblema_actual SLB.jpg    José Casanova, Benfiquista por convicção, que assistia aos jogos no Estádio da Luz sempre que a agenda pessoal e política o permitia, era um dos exemplos de que ser do SL Benfica está acima de qualquer outra cor partidária ou credo religioso. Participava regularmente em encontros e momentos de confraternização  que reuniam nomes de todas as cores ideológicas. Ele próprio via na vivência do Clube um foco de sintonia numa sociedade democrática  por vezes demasiado díspar na forma de pensar.

Membro do Comité Central do Partido Comunista Português, escritor e empenhado benfiquista, faleceu na última sexta-feira, aos 75 anos, após "doença grave", segundo uma nota enviada pelo partido. 

O funeral realizou-se este domingo, no cemitério do Alto de S. João, tendo o presidente do Sport Lisboa e Benfica, Luís Filipe Vieira, marcado presença nas exéquias fúnebres de um homem que vivia o Benfica com orgulho.

Ler texto integral

 



publicado por António Vilarigues às 23:46
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Aumento da tributação sobre os rendimentos do grande capital

Mupi_pcp_ha_alternativa_2014-10

Aumento da tributação sobre os rendimentos do grande capital

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 14:43
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 15 de Novembro de 2014
José Casanova (1939 / 2014)

José Casanova 2011

O Secretariado do Comité Central informa que faleceu hoje, após doença grave, José Casanova, membro do Comité Central do Partido Comunista Português.

José Casanova nasceu no Couço em 1939, onde desde muito novo viveu acontecimentos da luta antifascista nesta terra de resistência dos trabalhadores e do povo contra a exploração e a opressão, pela liberdade e a democracia.

Aderiu ao Partido Comunista Português em 1958, com 19 anos, e as suas primeiras actividades políticas foram desenvolvidas na União da Juventude Portuguesa, de cuja Direcção fez parte.

Assumiu como jovem comunista papel destacado nas candidaturas democráticas de Arlindo Vicente e Humberto Delgado em 1958. Desempenhou tarefas partidárias em vários pontos do País nas décadas de 50 e 60 do século XX.

Preso pela PIDE em 1960, julgado e condenado a dois anos de prisão, foi sujeito às chamadas “medidas de segurança” que o forçaram a permanecer cerca de seis anos nas prisões fascistas.

Entre 1971 e 1974, José Casanova esteve exilado na Bélgica, prosseguindo aí a sua actividade partidária, quer junto dos emigrantes portugueses – foi Presidente da Associação dos Portugueses Emigrados na Bélgica – quer em contactos com os movimentos de libertação das ex-colónias: MPLA, PAIGC e FRELIMO.

Regressado a Portugal em Abril de 1974, assumiu tarefas partidárias na Organização Regional de Lisboa.

Membro do Comité Central do PCP desde 1976. Foi membro da Comissão Política de 1979 a 2008. Entre outras tarefas foi responsável pela Organização Regional de Lisboa de 1989 a 1996 e pela Organização Regional de Santarém entre 1997 e 1998.

José Casanova foi director do “Avante!”, Órgão Central do PCP, entre 1997 e Fevereiro de 2014. Actualmente era responsável pela Comissão Nacional da Cultura.

Salienta-se ainda a sua produção no campo literário, com os romances “Aquela Noite de Natal”, “O Caminho da Aves” e “O Tempo das Giestas”, bem como com outras obras, nomeadamente o livro sobre Catarina Eufémia, recentemente editado, e diversos trabalhos e participações.

José Casanova faleceu. Deixa-nos a sua intervenção dedicada como militante e dirigente do PCP nas mais diversas tarefas e responsabilidades e a sua sensibilidade e contribuição no plano cultural. A melhor homenagem que lhe podemos prestar é prosseguir a luta do seu Partido de sempre, o Partido Comunista Português, ao serviço dos trabalhadores, do povo e do País, pelo ideal e projecto comunista.

À família do camarada José Casanova, o Secretariado do Comité Central do PCP endereça as suas mais sentidas condolências.

A informação sobre o funeral será dada posteriormente.


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 12:46
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Encontro Distrital da CDU em Real

EncontroCDU_Real

 

Clicar na imagem para ampliar

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 09:22
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 14 de Novembro de 2014
O Grupo Parlamentar do PCP e a PSA Peugeot-Citroën

fabrica-mangualde-psa

 Em defesa dos postos de trabalho, dos direitos dos trabalhadores e da atividade produtiva da PSA – Peugeot Citroën de Mangualde

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 16:32
link do post | comentar | favorito
|

Ao cuidado do Bruno Nogueira
 

«A situação que hoje se vive na Ucrânia, nomeadamente com a ascensão ao poder de forças fascistas, a perseguição anticomunista e a escalada de confrontação com a Rússia é o desenvolvimento lógico da «cavalgada» do imperialismo para Leste que se seguiu às derrotas do socialismo na RDA e noutros países socialistas.»

 
O Bruno Nogueira, no seu programa na TSF «Tubo de ensaio» de 12 de Novembro, pronunciou-se sobre ISTO. Está no seu direito.
 
Bruno Nogueira não tem obrigação de estar informado de tudo o que se passa no mundo. Por isso, a propósito da prosa a partir dos 3m33s, aqui ficam algumas leituras...
 

Publicado neste blogue:

E também

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 13:08
link do post | comentar | favorito
|

Eles andam por aí...

Rui Machete caricatura

Desenho de Fernando Campos (o sítio dos desenhos)
 

“[Crise] pode justificar certas restrições aos direitos fundamentais.”

(Rui Machete,
Lusa, 11.11.14)

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 12:30
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 13 de Novembro de 2014
Dia nacional de indignação e luta

 Avante 2137   para visualizar clique aqui

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 08:34
link do post | comentar | favorito
|

Foi você que pediu mais PPPs?

TrptPub-Nov_vers 2014

Clicar na imagem para ampliar

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 08:20
link do post | comentar | favorito
|

Já vimos este filme antes... e não acaba bem

TrptPub-Nov_frt 2014Clicar na imagem para ampliar

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 08:07
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 12 de Novembro de 2014
A apreciação certa da época em que vivemos

Álvaro Cunhal desenho

 

(...)

É certo que o empreendimento da construção da nova sociedade – a sociedade socialista – se revelou mais difícil, mais complexa, mais irregular, mais acidentada e mais demorada do que nós, os comunistas, previmos e anunciámos.

Absolutizaram-se como leis objectivas de curso imparável leis relativas à evolução económica e social num determinado período histórico. Absolutizaram-se leis tendenciais relativas ao sistema capitalista que, sendo tendenciais, podiam ser contidas, e de facto de certa forma o foram, por factores que as contraditavam. Acreditou-se na irreversibilidade do socialismo. Considerou-se quase como fatal que a competição económica entre os dois sistemas se resolveria a curto prazo a favor do socialismo.

Subestimaram-se factores subjectivos, todas as consequências de erros graves, a possibilidade de a partir do próprio poder político após a revolução se verificar um afastamento dos ideais comunistas, conduzindo à mudança efectiva do exercício popular do poder político, à degeneração da democracia socialista, à estagnação e ulterior bloqueio das forças produtivas, à oposição do povo ao poder e como resultado, à degeneração e desagregação do sistema socioeconómico socialista.

Mau grado essas incorrectas apreciações e previsões, o facto é que o século XX ficará marcado na história precisamente por esse empreendimento gigantesco de transformação social que foi a concretização da sociedade socialista. Pelas suas grandes realizações e conquistas. Pela transformação radical do bem estar dos povos. Por importantes direitos alcançados pelos trabalhadores. Pelo ruir do sistema colonial e a conquista da independência por povos secularmente dominados, explorados e colonizados por Estados estrangeiros. O que marca o século XX na história não é qualquer superioridade do capitalismo, mas as profundas e revolucionárias transformações sociais verificadas pela luta dos trabalhadores e dos povos do mundo.

O século XX não foi o século do “fim do comunismo (como para aí apregoam), mas sim o século do “princípio do comunismo” como concretização e edificação de uma nova sociedade para o bem do ser humano.

Álvaro Cunhal «O comunismo hoje e amanhã»

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 15:15
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Socialismo e capitalismo de Estado

capitalismo-piramidal.jpg

Num primeiro olhar superficial, socialismo e capitalismo de Estado parecem praticamente a mesma coisa, o que explica a «tensão» teórico-ideológica que surgiu nos últimos tempos em torno desta questão. Tanto num como noutro, os principais meios de produção estão nas mãos do Estado.

Em que reside então a diferença?  

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 07:20
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 11 de Novembro de 2014
Um cabaz de mentiras

Porto 1945-2013

Passos Coelho está zangado com os jornalistas e com os comentadores políticos. Diz que são preguiçosos. Talvez por preguiça este Governo não nos dá informações que são da maior importância:

  • a pobreza passou de 17,8% para 25%
  • as cantinas sociais dispararam de 80 para 800.

Para este governo o Estado Social é a «sopa do Sidónio»...

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 15:20
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 10 de Novembro de 2014
Sérgio Vilarigues (1914-2014) - «O que sou devo-o ao Partido»

Cunhal-Lourenco-Blanqui-Vilarigues

 Sérgio Vilarigues sentado ao centro da fotografia

 

No próximo dia 23 de Dezembro assinalar-se-á o centenário do nascimento de Sérgio Vilarigues, o camarada «Amílcar», seu pseudónimo durante mais de 30 anos de clandestinidade e com o qual desempenhou as tarefas como dirigente do Partido.

Evocar o centenário de Sérgio Vilarigues não é só prestar a justa homenagem ao lutador antifascista e destacado dirigente do PCP, partido a que pertenceu durante 70 anos. É igualmente projectar o exemplo do revolucionário que como tantos outros militantes comunistas, arrostando com enormes sacrifícios – prisões, torturas, assassinatos, deportações, anos e anos de clandestinidade – foram capazes de erguer o PCP como um grande partido nacional, vanguarda da classe operária e força dirigente da luta contra o fascismo e pela liberdade, por um Portugal soberano, socialista e comunista.

Por isso mesmo, Sérgio Vilarigues faz parte do núcleo de camaradas que justamente designamos de construtores do Partido.

Ler texto integral

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 16:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Domingo, 9 de Novembro de 2014
Nacional 1-2 Benfica

SLB, SLB, SLB, GLORIOSO SLB

_

sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 19:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Sábado, 8 de Novembro de 2014
A realidade do desemprego é muito diferente da que fala o governo

«O INE acabou de publicar os dados do desemprego oficial referentes ao 3º Trimestre de 2014 . E o governo, utilizando dados que abrangem apenas uma parte dos desempregados, veio logo dizer, na sua campanha de manipulação da opinião pública, que o desemprego tinha diminuído, apresentando isso como um êxito da recuperação económica fruto da sua política de austeridade.

No entanto, se analisarmos não apenas "uma parte" mas também "as outras partes" do desemprego reveladas igualmente pelos dados do INE concluímos que, entre o 2º Trimestre de 2014 e o 3º Trimestre de 2014, o desemprego não diminuiu em Portugal como afirma o governo, mas até aumentou. Para além disso, se consideramos outros dados oficiais que não apenas os do INE concluímos que a realidade do desemprego em Portugal, que o governo e os seus defensores nos media procuram esconder, é muito mais grave e negra do que aquela de que fala o governo.

Para isso, comecemos por olhar os dados do INE e da Segurança Social do quadro 1.»

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 12:24
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 7 de Novembro de 2014
O futuro começou há 97 anos: Revolução de Outubro inaugurou uma nova era

Estátua Vera Mukhina2

Cumpre-se amanhã [hoje], 7 de Novembro, o 97.º aniversário da Revolução Socialista de Outubro. Acontecimento maior do século XX e da história da Humanidade, o «assalto do céu» pelos bolcheviques, liderados por Lénine, colocou pela primeira vez e de forma consistente o proletariado no poder e iniciou a construção de uma sociedade nova, sem exploradores nem explorados, a sociedade socialista. O significado histórico da Revolução de Outubro, as conquistas inéditas que alcançou e o impacto que teve na vida dos povos são inapagáveis, independentemente das pesadas derrotas sofridas no final do século passado, cujas consequências os trabalhadores e os povos sentem, hoje, de forma particularmente dramática. As futuras revoluções terão a sua marca.

 Ler texto integral

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 16:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Espionagem de luxo nos EUA

NSA_A_headquarters_Fort_Meade_Maryland

  • Os vários serviços de informações dos EUA gastaram cerca de 68 mil milhões de dólares (54 mil milhões de euros) durante o ano orçamental de 2014, terminado em Setembro.
  • Segundo as autoridades federais revelaram dia 30, o programa nacional de informações, incluindo a CIA, custou 50,5 mil milhões de dólares e o programa militar de informações 17,4 mil milhões.

 

Viva o luxo! Para estes não há austeridade...

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 16:13
link do post | comentar | favorito
|

Viva o 7 de Novembro!

Estátua Vera Mukhina

Viva o 7 de Novembro de 1917, data que marca uma viragem irreversível na História da Humanidade!

Viva a Revolução de Outubro, a primeira revolução socialista vitoriosa que inaugurou uma nova época, a época da passagem do capitalismo ao socialismo!

Viva Lénine, fundador e guia do primeiro partido proletário de novo tipo, o Partido Bolchevique, que conduziu os povos do império czarista à vitória e desbravou os inéditos caminhos de uma nova sociedade livre da exploração do homem pelo homem!

Viva o primeiro Estado de operários e camponeses que, derrotando à custa de sacrifícios colossais a contra-revolução interna e a agressão imperialista, transformou um país atrasado semi-feudal numa poderosa potência mundial, bastião do movimento operário e comunista internacional que, pelas suas realizações e política de paz, influenciou decisivamente os grandes avanços libertadores do século XX!

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 15:42
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

Solidariedade com o Povo ...

A Crise do Sistema Capita...

Absurdo sem limites

7º Congresso da CNA e da ...

Mais força para as próxim...

Encontro de eleitos e act...

É necessário garantir o f...

Solidariedade com o Povo ...

Defesa e recuperação dos ...

A situação dos precários ...

Marcha Nacional de 21 a 2...

Presidente, Luís Filipe V...

Aumento da tributação sob...

José Casanova (1939 / 201...

Encontro Distrital da CDU...

arquivos
tags

2009(213)

álvaro cunhal(421)

assembleia da república(474)

autarquia(259)

avante!(960)

bce(225)

benfica(407)

blog(7011)

blogs(6763)

capitalismo(908)

caricatura(342)

cartoon(386)

castendo(6986)

cds(364)

cdu(524)

cgtp(304)

cgtp-in(353)

classes(265)

comunicação social(480)

comunismo(371)

comunista(1051)

crise(508)

crise do sistema capitalista(338)

cultura(199)

cultural(493)

democracia(566)

desemprego(519)

desporto(629)

dialéctica(254)

economia(805)

economista(324)

eleições(619)

emprego(376)

empresas(308)

engels(286)

espanha(221)

eua(788)

eugénio rosa(369)

exploração(234)

fascismo(238)

fmi(312)

futebol(417)

governo(1419)

governo psd/cds(356)

grupos económicos e financeiros(289)

guerra(438)

história(383)

humor(481)

imagens(683)

imperialismo(479)

impostos(249)

jerónimo de sousa(499)

jornal(457)

josé sócrates(466)

lénine(303)

liberdade(273)

liga(277)

lucros(214)

luta(200)

manifestação(252)

marx(305)

marxismo-leninismo(1155)

música(298)

notícias(824)

parlamento europeu(242)

partido comunista português(644)

paz(256)

pcp(2984)

penalva do castelo(415)

pensões(218)

petróleo(198)

poema(249)

poesia(375)

poeta(353)

política(728)

portugal(2211)

precariedade(257)

ps(548)

psd(507)

recessão(245)

revolução(555)

revolucionária(251)

revolucionário(719)

rir(440)

salários(512)

saúde(230)

sexo(271)

sistema(258)

sistema capitalista(232)

slb(421)

socialismo(718)

socialista(245)

sociedade(337)

sons(618)

trabalhadores(1131)

união europeia(744)

vídeos(702)

viseu(431)

vitória(277)

votar(230)

todas as tags

LIGAÇÕES A CASTENDO
visitantes
eXTReMe Tracker
Google Analytics
blogs SAPO
subscrever feeds