TERRAS DE PENALVA ONDE «A LIBERDADE É A COMPREENSÃO DA NECESSIDADE»

Segunda-feira, 15 de Maio de 2017
Reforço de Efectivos e Meios no Comando Distrital Viseu da PSP

PSP

MAI Responde positivamente a Perguntas do PCP sobre Reforço de Efectivos e Meios no Comando Distrital Viseu da PSP

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 08:12
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 11 de Abril de 2017
Carência de Meios Humanos e Materiais do Comando Distrital da PSP - Viseu

PSP Viseu

Em face desta realidade, confirmada por contactos diretos nas esquadras de Viseu e Lamego,  e com o objetivo de encontrar uma rápida e satisfatória resposta para o problema, o Grupo Parlamentar do PCP, através da deputada Ana Virgínia Pereira, formulou as seguintes perguntas ao governo, por intermédio do Ministério da Administração Interna:

1. Para quando perspetiva, o Governo, aumentar o número de efetivos do Comando Distrital da PSP de Viseu?

2. Tenciona, o Governo, assegurar a substituição dos agentes que passaram à situação de pré-aposentação e de aposentação?

3. Que medidas de urgência pretende tomar o Governo no que diz respeito à dotação dos meios materiais necessários ao exercício da atividade do Comando Distrital da PSP de Viseu, designadamente, a atribuição de dois carros patrulha, quatro viaturas descaracterizadas e uma viatura adequada às equipas de intervenção rápida?

4. Qual a calendarização dessas mesmas medidas?

AQUI

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 06:00
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 6 de Novembro de 2016
Convite: Exposição A MEMÓRIA DAS PEDRAS | 10/NOV | 17h30

MAR Convite Exp A MEMÓRIA DAS PEDRAS

Clicar na imagem para ampliar

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 12:12
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 19 de Outubro de 2016
Visita da deputada do PCP Ana Virgínia Pereira ao Hospital de proximidade de Lamego

Na passada Segunda-feira, dia 17 do corrente mês de Outubro, decorreu no Hospital de Proximidade de Lamego uma Reunião entre a Deputada do PCP Ana Virgínia Pereira, acompanhada por alguns membros da estrutura local e regional do Partido, e a Administração do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), liderada pelo Dr. João Oliveira, Presidente do Conselho de Administração, a que se seguiu uma visita à unidade hospitalar, que permitiu constatar a excelência das instalações.

Foram-nos expostas as dificuldades actuais, nomeadamente na contratação de pessoal médico, reconhecendo a Administração virtualidades na proposta do PCP de estímulos financeiros e científicos à fixação de médicos no interior. Em algumas valências, como Urologia, a falta de especialistas leva a que existam 4 mil utentes em lista de espera na região abrangida pelo CHTMAD.

Para além das limitações que se colocam actualmente ao Serviço Nacional de Saúde em todo o território, acrescem aqui problemas específicos da interioridade, da dimensão da área de intervenção e de idade dos clínicos, a que a recente decisão do Ministério da Saúde, de proíbir o INEM de fazer o transporte de doentes entre hospitais, veio agravar, por fazer deslocar pessoal médico do serviço de urgências para este transporte.

Ler texto integral

 

 

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 09:45
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 9 de Abril de 2016
Tribunal de Castro Daire - Ministério da Justiça Responde a Pergunta do GP do PCP

Tribunal Castro Daire

De salientar que o PCP apresentou na Assembleia da República, um Projecto de Lei visando a reabertura de todos os Tribunais encerrados no País ou aos quais foram sonegadas competências, sendo essa uma matéria, bem como a de reversão do encerramento de outros serviços públicos no interior, uma prioridade da intervenção do PCP na Assembleia da República.

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 00:07
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 13 de Fevereiro de 2016
Heloísa Apolónia fala sobre o Orçamento do Estado para 2016

Heloísa Apolónia1

Os eleitores sabem que na CDU existem dois partidos - o PCP e o PEV - e a nossa comunicação com os eleitores baseou-se, primeiro, na ideia fundamental de quebrar com a lógica de austeridade e que PSD/CDS perdessem a maioria dos deputados na AR. Isso verificou-se.

Segundo: que contribuiríamos na AR para influenciar e virar as políticas do país - por isso viabilizámos um Governo do PS e vamos puxar as políticas – não o Governo – para o ponto que achamos correcto. Não estamos aqui apáticos, a ver o que cai na AR, mas de uma forma interventiva e participativa, a puxar as políticas.

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 14:13
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 27 de Setembro de 2015
Mulheres CDU em Tribuna Pública

Mulheres CDU1

Dar mais força às mulheres. É necessária a nossa voz na Assembleia da República!” foi o apelo hoje feito pelas Mulheres CDU numa iniciativa realizada esta manhã no Rossio em Viseu e cujo acolhimento não podia ser melhor.

A distribuição de um documento que divulgou as mulheres que integram a lista da CDU por Viseu, bem como as suas propostas em prol da igualdade, serviu de pretexto para entabular conversas em torno dos problemas vividos no feminino no nosso distrito. Muitas queixas se fizeram ouvir, relatos pessoais dos efeitos das políticas de direita que ao longo dos últimos quatro anos fizeram recuar a igualdade entre os homens e as mulheres, negar na vida e mesmo na lei direitos conquistados pela luta desenvolvida por mulheres e homens que sempre entenderam a igualdade como uma questão de direitos humanos.

No centro da praça, um carrinho de bebé e uma cadeira de transporte para crianças chamava a atenção para a necessidade de mudar de políticas no que respeita à natalidade, ao reconhecimento da maternidade como função social, à necessidade de acabar com a precariedade, a discriminação salarial, o empobrecimento.

Entre as participantes, além das candidatas que integram a lista CDU por Viseu, ativistas da CDU de todas as idades, apelaram a que no próximo dia 4 não fiquem em casa, não deixem de votar, pois a única forma de realizar a mudança que a vida das mulheres tanto reclama, é votar naqueles que sempre têm estado ao lado da sua luta por uma vida feita de dignidade e respeito.

Não ficou de fora a alusão à necessidade de combater todas as formas de violência exercidas sobre as mulheres, nomeadamente a violência doméstica e a violência laboral. Foram lembradas as iniciativas que os partidos coligados na CDU (PCP e PEV) desenvolveram ao longo da legislatura, apontando para o trabalho que pode vir a ser desenvolvido pelas mulheres que venham a ser eleitas pelo nosso distrito.

Mulheres CDU2

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 11:18
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 25 de Setembro de 2015
Viseu: Assegurar a participação em igualdade

MulheresCDU_Tribuna_2015

Clicar na imagem para ampliar

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 10:06
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 25 de Janeiro de 2015
Cerimónia da Tomada de Posse do Presidente Evo Morales

Evo_morales_ines_zuber_2015-01-21

 Cerimónia da Tomada de Posse do Presidente Evo Morales

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 18:06
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 10 de Janeiro de 2015
Há mortes nas urgências!

Mortes SNS

Paula Santos:

«No final de 2014 e início de 2015 o país foi novamente brindado, pela negativa, com as consequências da política de desinvestimento na saúde e a realidade a desmentirem a propaganda do Governo.

A situação das urgências hospitalares e da sua rutura não é um problema pontual e não é de hoje, é frequente, vem de há muito e tem vindo a agravar-se. Os elevados tempos de espera para o atendimento nos serviços de urgências, de 22 horas no Hospital Amadora-Sintra e no Hospital de Santa Maria da Feira ou de 18 horas no Hospital de Évora ou a ausência de assistência médica às duas pessoas que morreram nos serviços de urgências têm causas e responsáveis - a política de saúde deste Governo.

O desinvestimento no Serviço Nacional de Saúde, a limitação na contratação de profissionais de saúde, o incentivo à precariedade e à instabilidade conduziu a uma enorme carência de profissionais de saúde, à redução da capacidade de resposta das unidades hospitalares e à degradação dos cuidados de saúde prestados.

A subcontratação de profissionais de saúde em falta através de empresas de trabalho temporário não é parte da solução para resolver a carência de profissionais mas parte do problema, porque implica uma enorme rotatividade dos profissionais de saúde, desrespeita o conceito de equipa, os profissionais de saúde não conhecem a organização e não reconhecem a hierarquia e ainda por cima consumindo recursos financeiros que poderiam ser canalizados para a contratação de profissionais de saúde integrados numa carreira, garantindo os seus direitos e o seu desenvolvimento profissional.

Por outro lado, verificou-se também a redução do número de camas de agudos nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde. Entre 2011 e 2013 o país perdeu 944 camas de agudos. A falta de camas para internamento tem também contribuído para os elevados tempos de espera para atendimento nos serviços de urgência hospitalares, obrigando a que as ambulâncias fiquem retidas nos hospitais longas horas porque não têm cama para colocar o doente e libertar a maca, correndo o risco de as ambulâncias não estarem disponíveis para outras emergências, comprometendo o socorro a outras pessoas.

A resolução deste problema não se compadece com paliativos. É preciso de uma vez por todas por fim à contratação de empresas e integrar nos quadros os profissionais de saúde em falta, criando condições para a sua fixação e valorizando as suas carreiras. O PCP vai entregar uma iniciativa legislativa neste sentido

 

Em 2015 é o frio, como em 2012 era o calor ...

Pulhas!!!

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 00:41
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 4 de Junho de 2009
Quem disse «A Ilda Figueiredo tem muita influência» [a nível europeu]?

     Não, não foi Jerónimo de Sousa. Jerónimo de Sousa disse:

Trata-se de uma escolha que cremos plenamente adequada, quer em função do valioso trabalho que Ilda Figueiredo tem vindo a desenvolver como deputada quer considerando as suas capacidades para poder, num momento de aguda crise económica e social, ser uma voz destacada do projecto e das propostas alternativas do PCP e da CDU para Portugal e para Europa e, com os outros candidatos e as forças que integram a CDU, travar a próxima batalha eleitoral com reconhecida audácia e convicção.

Quanto à frase do título é ver AQUI a partir do minuto 31. 

Resposta: Foi António Costa que disse «A Ilda Figueiredo tem muita influência» [a nível europeu] no programa «A quadratura do círculo».

                                                                   

adaptado de um e-mail enviado pelo Jorge

                                                                                                                                                  


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 08:05
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Reforço de Efectivos e Me...

Carência de Meios Humanos...

Convite: Exposição A MEMÓ...

Visita da deputada do PCP...

Tribunal de Castro Daire ...

Heloísa Apolónia fala sob...

Mulheres CDU em Tribuna P...

Viseu: Assegurar a partic...

Cerimónia da Tomada de Po...

Há mortes nas urgências!

Quem disse «A Ilda Figuei...

arquivos
tags

álvaro cunhal

assembleia da república

autarquia

avante!

bce

benfica

blog

blogs

câmara municipal

capitalismo

caricatura

cartoon

castendo

cds

cdu

cgtp

cgtp-in

classes

comunicação social

comunismo

comunista

crise

crise do sistema capitalista

cultura

cultural

democracia

desemprego

desenvolvimento

desporto

dialéctica

economia

economista

eleições

emprego

empresas

engels

eua

eugénio rosa

exploração

fascismo

fmi

futebol

governo

governo psd/cds

grupos económicos e financeiros

guerra

história

humor

imagens

imperialismo

impostos

jerónimo de sousa

jornal

josé sócrates

lénine

liberdade

liga

lucros

luta

manifestação

marx

marxismo-leninismo

música

notícias

parlamento europeu

partido comunista português

paz

pcp

penalva do castelo

pensões

poema

poesia

poeta

política

portugal

precariedade

ps

psd

recessão

revolução

revolucionária

revolucionário

rir

salários

saúde

segurança social

sexo

sistema

slb

socialismo

socialista

sociedade

sons

trabalhadores

trabalho

troika

união europeia

vídeos

viseu

vitória

todas as tags

LIGAÇÕES A CASTENDO
Visitantes
eXTReMe Tracker
Google Analytics
blogs SAPO
subscrever feeds