TERRAS DE PENALVA ONDE «A LIBERDADE É A COMPREENSÃO DA NECESSIDADE»

Domingo, 29 de Novembro de 2015
Há 40 anos, em Portugal - O golpe contra-revolucionário do 25 de Novembro

Pavilhao_desportos_1975-08-14

Desde as primeiras horas do 25 de Abril, à medida que o processo revolucionário avançava, levantaram-se forças saudosistas que, pelos mais diversos meios – sabotagens, campanhas de calúnias e intrigas, boicotes, conspiração, golpes – procuraram a «révanche» fascista.

A seguir ao golpe do 11 de Março, reagindo ao impetuoso avanço antimonopolista da Revolução com o aprofundamento das suas conquistas e procurando paralisar o processo de descolonização já em marcha, a reacção desencadeou uma ofensiva de grandes proporções, que ganhou novo alento após as eleições para a Assembleia Constituinte (25 de Abril de 1975) com o confronto e a ruptura entre o processo eleitoral e a dinâmica revolucionária.

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 18:09
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 19 de Outubro de 2015
Vale sempre a pena lutar

Manifestação STAL 2015

Num acórdão datado de 7 de Outubro, o Tribunal Constitucional declarou a inconstitucionalidade da ingerência do Governo na celebração de acordos colectivos de emprego público (ACEP) com as autarquias.

Como refere o STAL, este comportamento do Governo «abusivo, ilegal e inconstitucional», feriu «a liberdade de exercício do direito à contratação colectiva» e violou a «a autonomia do Poder Local Democrático».

Relembremos o processo: a partir de 2013, contrariando a imposição pelo Governo do horário das 40 horas semanais aos trabalhadores da Administração Pública muitas autarquias, em particular as da CDU, negociaram e subscreveram ACEP com o STAL e o STML que estabeleciam, entre outras matérias, o horário das 35 horas semanais para os seus trabalhadores sem adaptabilidade e banco de horas.

Boicotando este processo, o Governo recusou a sua publicação, o que levou a uma longa luta pelos trabalhadores da Administração Local conduzida pelo STAL/CGTP-IN: paralisações, greves, concentrações, manifestações, denúncias, recurso aos tribunais incluindo uma queixa-crime contra o Secretário de Estado da Administração Pública por abuso de autoridade e uma exposição ao Provedor de Justiça que, por sua vez, pediu a intervenção do Tribunal Constitucional com o desfecho agora conhecido.

Este acórdão vai obrigar o Ministério das Finanças a publicar os mais de seiscentos ACEP boicotados, nova derrota política para o Governo a somar à sua pesada derrota eleitoral e grande vitória para o STAL e o STML, para os trabalhadores da Administração Local e para as autarquias que, apesar do bloqueio, não só subscreveram os ACEP como mantiveram o horário das 35 horas.

Luta a que o PCP e a CDU deram o seu apoio activo por considerarem justa a reclamação e verem a luta de massas como factor determinante e decisivo na acção reivindicativa e por uma alternativa política que afirme e defenda os direitos e interesses dos trabalhadores e do povo.

Luta vitoriosa que vem criar melhores condições para alargar esta conquista a todos os trabalhadores da Administração pública.

Afinal, vale sempre a pena lutar. Porque quem não luta já perdeu.

(sublinhados meus)

AQUI

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 18:08
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 8 de Setembro de 2015
Esta é a Festa de Abril que quer que Abril se cumpra

Comício Festa Avante 2015-5

 Comício da Festa do «Avante!»:

Intervenção de Manuel Rodrigues

 

«Cá estamos de novo na Festa do Avante! Esta Festa, que apesar da situação difícil que os trabalhadores e o povo continuam a viver, apesar dos efeitos desastrosos de anos e anos de política de direita, apesar da agressividade do imperialismo contra a soberania dos povos, de ano para ano se continua a afirmar, e este ano com mais força, a festa dos trabalhadores e do povo, a festa da juventude, a festa dos comunistas, a festa dos democratas e patriotas, a festa das forças que lutam contra o imperialismo, contra a exploração e a guerra, por um mundo de desenvolvimento soberano, de justiça, progresso social e de paz.

Esta é a Festa de Abril que quer que Abril se cumpra. Festa do Avante! que se orgulha de ser o órgão central do Partido que se assume como o partido do proletariado, o partido da classe operária e de todos os trabalhadores portugueses.

Um Partido que trava hoje um duro combate pela ruptura com a política de direita e por uma política patriótica e de esquerda componente indissociável da luta por uma democracia avançada inspirada nos valores de Abril, da luta pelo socialismo e o comunismo.»

 

Comício Festa Avante 2015-17

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 12:07
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 19 de Setembro de 2009
Candidatos às Eleições Legislativas - Viseu 2009

Manuel Rodrigues

 

1 –  55 Anos, membro do Comité Central do PCP, membro da Direcção da Organização Regional de Viseu do PCP e dos seus Executivo e Secretariado, Dirigente Sindical da FENPROF e da União dos Sindicatos de Viseu, Membro da Direcção do Sindicato dos Professores da Região Centro, Presidente da Mesa da Assembleia-geral da Confederação Nacional da Agricultura, Presidente da Mesa da Assembleia-geral da ASSOL- Associação de Solidariedade Social de Lafões, Presidente da Mesa da Assembleia-geral da Associação de Paralisia Cerebral de Viseu, Presidente da Mesa da Assembleia-geral da BALADI- Federação Nacional de Baldios, Presidente da BALFLORA – Secretariado dos Baldios do Distrito de Viseu, Membro da Sociedade Portuguesa de Autores.

In Organização Regional de Viseu do PCP

                                  


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 14:10
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Quinta-feira, 23 de Julho de 2009
Os cabeças de lista da CDU à Câmara e à Assembleia Municipal de Mangualde

Foram apresentados no dia 22  de Julho os cabeças de lista da CDU à Câmara, Manuel Rodrigues,  e à Assembleia Municipal, Rui Nobre, de Mangualde.

In Organização Regional de Viseu do PCP

                                                                       


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 14:04
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Há 40 anos, em Portugal -...

Vale sempre a pena lutar

Esta é a Festa de Abril q...

Candidatos às Eleições Le...

Os cabeças de lista da CD...

arquivos
tags

álvaro cunhal

assembleia da república

autarquia

avante!

bce

benfica

blog

blogs

câmara municipal

capitalismo

caricatura

cartoon

castendo

cds

cdu

cgtp

cgtp-in

classes

comunicação social

comunismo

comunista

crise

crise do sistema capitalista

cultura

cultural

democracia

desemprego

desenvolvimento

desporto

dialéctica

economia

economista

eleições

emprego

empresas

engels

eua

eugénio rosa

exploração

fascismo

fmi

futebol

governo

governo psd/cds

grupos económicos e financeiros

guerra

história

humor

imagens

imperialismo

impostos

jerónimo de sousa

jornal

josé sócrates

lénine

liberdade

liga

lucros

luta

manifestação

marx

marxismo-leninismo

música

notícias

parlamento europeu

partido comunista português

paz

pcp

penalva do castelo

pensões

poema

poesia

poeta

política

portugal

precariedade

ps

psd

recessão

revolução

revolucionária

revolucionário

rir

salários

saúde

segurança social

sexo

sistema

slb

socialismo

socialista

sociedade

sons

trabalhadores

trabalho

troika

união europeia

vídeos

viseu

vitória

todas as tags

LIGAÇÕES A CASTENDO
Visitantes
eXTReMe Tracker
Google Analytics
blogs SAPO
subscrever feeds