TERRAS DE PENALVA ONDE «A LIBERDADE É A COMPREENSÃO DA NECESSIDADE»

Terça-feira, 24 de Outubro de 2017
Penalva do Castelo: Exposição «Centenário da Revolução de Outubro (1917-2017)»

Expo centenário RO Penalva 2017.jpg

 

A Biblioteca Municipal de Penalva do Castelo acolhe, entre os dias de 23 de Outubro a 04 de Novembro, a exposição comemorativa do “Centenário da Revolução de Outubro (1917-2017)", uma iniciativa promovida pela Comissão Concelhia do Partido Comunista Português.

Constituída por 15 painéis informativos, a exposição pretende evocar o centenário da Revolução de Outubro, ocorrida no dia 07 de novembro de 1917, (25 de outubro no calendário juliano, então em vigor), e dar a conhecer a tomada do poder na Rússia pelos bolcheviques e a instauração do primeiro Estado socialista da História.

A exposição pode ser visitada durante o horário de funcionamento da Biblioteca Municipal de Penalva do Castelo.

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 13:41
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 22 de Abril de 2015
CDU questionou legalidade da «BEIRA AMIGA» na Assembleia Municipal de Viseu

serigrafia cdu trab honest comp 2015 350x150cm

Decorreu no passado dia 20 de Abril, a Reunião Ordinária da Assembleia Municipal de Viseu. A CDU, em coerência com a sua postura de fiscalização permanente da gestão municipal e de proposta activa para a resolução dos problemas que afectam a população do Concelho, interveio em todos os pontos da Ordem de Trabalhos.

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 14:19
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 11 de Fevereiro de 2015
LAMEGO: Coligação PSD/CDS vota a favor da municipalização da educação

CM LamegoLAMEGO: Coligação PSD/CDS vota a favor da municipalização da educação

 



publicado por António Vilarigues às 18:02
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2013
Penalva do Castelo: XXII Feira do Pastor e do Queijo

Clicar na imagem para visualizar a ligação

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 08:47
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Quinta-feira, 18 de Novembro de 2010
Este senhor é putativo candidato a ditador?


Continua o ataque à liberdade de expressão no Porto

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 22:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Sexta-feira, 20 de Novembro de 2009
Um Blog censurado pela Câmara Municipal de Penalva do Castelo

    A propósito deste post aqui de um vizinho algumas notas de um informático:

  • Começa a ser um hábito de muitas autarquias neste país usarem palavras-chave para impedirem o acesso a determinados conteúdos na Internet.

  • Isto passa-se quer nos PC's das Câmaras, quer no dos Espaços Internet.

  • Por exemplo, numa das maiores autarquias de Portugal era vedado o acesso a tudo o que fosse blogs.

  • Evidentemente isto é um pau de dois bicos.Usa-se a palavra SEXO para impedir o acesso a sitíos na Internet com conteúdos PORNOGRÁFICOS, mas também aos de SAÚDE.
  • E os exemplos podiam multiplicar-se: terror, terrorismo, palavrões (e não podemos ler Gil Vicente, Lobo Antunes, ou a maioria dos escritores, poetas, dramaturgos, etc., etc., etc.)
  • Acresce que depois surgem sempre os pequenos (grandes) censores.
  • Ficamos todos a saber: antes de utilizar os Espaços Internet convém perguntar que sítios têm o seu acesso bloqueado...

                             


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 06:03
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009
Cantata Pranto e Louvor

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 22:02
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 31 de Outubro de 2009
Será verdade?

    Chegou-me aos ouvidos que o Presidente da Mesa da Assembleia Geral da «Dão Flora» (Leonídio Monteiro) sugeriu a alguns membros da direcção desta instituição que se deveriam demitir.

O objectivo? Convocar novas eleições (as últimas foram há poucos meses) e assim impedir que o novo Presidente da Junta de  Freguesia de Real, Pedro Pina Nóbrega, tomasse posse como membro da direcção da «Dão Flora».

Esclareça-se que o Presidente da Junta de Freguesia de Real, qualquer que ele seja, é membro por inerência da actual direcção da «Dão Flora».

Recuso-me a acreditar em tal «boato». Leonídio Monteiro jamais desceria a uma tão baixa manobra.

                             


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 14:05
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Sexta-feira, 7 de Agosto de 2009
Penalva do Castelo: VII Encontro Música Tradicional

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 20:04
link do post | comentar | favorito
|

Penalva do Castelo: Sons da Praça

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 08:07
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Sexta-feira, 24 de Julho de 2009
Penalva do Castelo: Caminhada «Quijó/Valamoso»

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 06:06
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 25 de Maio de 2009
Penalva do Castelo: Caminho dos Galegos

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 18:11
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 12 de Maio de 2009
Sobre as «agressões» a um conhecido político: «Deixem-se de fitas», diz Sócrates

    Assis apresenta queixa-crime contra Rui Rio. Candidato socialista resolveu apresentar queixa-crime e não na Comissão Nacional de Eleições, porque o que aconteceu «ultrapassa a esfera política e entrou na criminal e pessoal». «Deixem-se de fitas», diz Sócrates a Assis e Rui Rio.

     Rui Rio recebido em Aldoar com tentativas de agressão. O presidente da Câmara do Porto foi recebido, ontem, no bairro de Aldoar, com violentos insultos que, depressa, deram lugar a tentativas de agressão física. Contra Rui Rio, os moradores atiraram pedras, terra e até sapatos. No meio da confusão, o autarca foi agredido na cabeça com o pau de uma bandeira. A Polícia teve que dispersar a multidão de caçadeira na mão. E o candidato responsabilizou o PS pelas situações de "arruaça" que tem enfrentado. Já anteontem, no primeiro dia de campanha oficial, Rui Rio foi recebido com insultos na freguesia de Campanhã e, por pouco, não foi agredido com uma bandeira. O autarca apontou logo o dedo ao PS, que acusou de "mobilizar pessoas malcriadas" para o insultar.

 

Mas o mais grave é que o PCP ainda não apresentou um pedido de desculpas!...

                                                                    

adaptado de um e-mail enviado pelo Jorge

                                                                   


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 08:33
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 11 de Maio de 2009
Em Felgueiras é à sapatada

    «Em Felgueiras é à sapatada»: Líder do PS-Felgueiras acusa Assis e exige a sua demissão

(...) Francisco Assis (...) foi agredido e expulso do local onde se devia encontrar com militantes socialistas. Jaime Pereira, que garante ter testemunhado as primeiras agressões a Francisco Assis, afirmou que foram as "mulheres de Felgueiras" quem primeiro atiraram velas e rolos de papel. (...) "Infelizmente chegou mais tarde. Um senhor disse então: ah, estão aqui e o Francisco Assis virou-se para a multidão a rir-se. As mulheres de Felgueiras saltaram-lhe em cima e foi um relâmpago", explicou. Jaime Ribeiro admitiu, porém, que após a fuga de Assis para a rua traseira já não foram as mulheres que o agrediram, mas sim os homens de Felgueiras. "Foi justiça popular. Em Fafe é à paulada, em Felgueiras é à sapatada", ironizou (...) De acordo com a GNR, houve mais pessoas agredidas, além do líder distrital, mas ainda não foi apresentada qualquer queixa, apesar de o poderem fazer num prazo de seis meses. Quando foi agredido pela primeira vez, à entrada do centro comercial onde fica a sede do PS de Felgueiras, Francisco Assis ia acompanhado por Fernando Jesus e Agostinho Gonçalves, ambos da distrital socialista, e por três elementos da concelhia de Felgueiras: Augusto Faria, Inácio Lemos e António Pedro. Francisco Assis, foi sexta-feira à noite expulso e agredido em Felgueiras por apoiantes da ex-presidente de Câmara, Fátima Felgueiras, quando tentava entrar na sede concelhia do PS para se reunir com militantes socialistas. (...)

 

O maior escândalo é que o PCP ainda não pediu desculpas!...

                                                                    

adaptado de um e-mail enviado pelo Jorge

                                                                    

sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 09:11
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Terça-feira, 28 de Abril de 2009
Penalva do Castelo: Passeio Fotográfico

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 08:41
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 27 de Abril de 2009
Pela boca morre o peixe

    Confesso, caros leitores, que tenho acompanhado meio divertido a polémica em torno da colocação das estruturas de propaganda política, nomeadamente do PSD, no Marquês de Pombal em Lisboa. Não deixa de ser curioso ler e ouvir o Partido Social-Democrata a esgrimir os mesmos argumentos do PCP ou da CDU. É caso para dizer que «pela boca morre o peixe».

É nítido que, também nesta questão, o PSD fala a várias vozes. E de que lado está o presidente da Câmara Municipal de Viseu?

Recordemos o que está em causa e que tantas vezes tem sido levantado, SEMPRE com o mesmo resultado final: a legislação sobre a propaganda comercial aplica-se ou não à propaganda política?

O Artigo 37.º da Constituição da República estipula que «Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimentos nem discriminações.». E que «O exercício destes direitos não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura.».

Ao longo dos últimos 25 anos, sempre que é chamado a pronunciar-se sobre este tema, o Tribunal Constitucional (TC) tem-no feito no mesmo sentido. Basta ler os sucessivos acórdãos – nº 74/84, 248/86, 307/88, 636/95, 231/2000, 258/2006. O TC considera, inequivocamente, que em matéria de propaganda política «a regulamentação legislativa é integralmente reservada à Assembleia da República». E «só a Assembleia da República pode proceder à sua restrição, seja qual for o motivo invocado para o fazer.».

Mais diz o TC: «a própria regulamentação de direitos, liberdades e garantias deve ser feita por lei ou com base em lei, não podendo ficar para regulamentos dos órgãos autárquicos mais do que “pormenores de execução».

O mesmo tem sido, como não podia deixar de o ser, o entendimento da Comissão Nacional de Eleições (CNE). Basta ler os seus sucessivos pareceres, nomeadamente os do último mês sobre os recursos do PSD em Lisboa e de Narciso Miranda em Matosinhos.

A Câmara de Viseu sabe-o perfeitamente. Não é por acaso que no Regulamento de Publicidade do Município de Viseu de 2005 logo no seu Artigo 2.º, nº 2, se estipulava que «Exclui-se do âmbito de aplicação deste Regulamento a afixação e inscrição de mensagens de propaganda de natureza política.».

Se a maioria PSD no Executivo Municipal de Viseu e os deputados da Assembleia Municipal (onde têm assento deputados da Assembleia da República) tivessem memória, recordar-se-iam do Parecer da CNE a propósito do «Regulamento sobre o Ordenamento da Propaganda Política», aprovado pela Câmara Municipal de Viseu, em Janeiro de 1995.

Disse então (como agora em Lisboa…) a CNE: «A liberdade de propaganda política, tenha ou não cariz eleitoral ou de apelo ao voto, vigora, pois, tanto durante a campanha eleitoral como fora dela e os órgãos executivos autárquicos carecem de competência para regulamentar o exercício da liberdade de propaganda…». E no nº 14 desse parecer: «As deliberações que consubstanciam o “Regulamento do Ordenamento da Propaganda Política(da Câmara de Viseu) em apreço são materialmente ilegais».

Nota solta: Os leitores que me perdoem as inúmeras citações. Mas pelos vistos elas são necessárias porque há sempre quem queira «governar» ao arrepio da Lei…
                                                                                   
Especialista em Sistemas de Comunicação e Informação

                                                                                                              

In "Jornal do Centro" - Edição de 24 de Abril de 2009

                                                                                                           


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 00:04
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 24 de Abril de 2009
Penalva do Castelo: Comemorações do 35º aniversário do 25 de Abril

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 20:17
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 23 de Abril de 2009
João Lourenço: da deriva salazarista ao culto da personalidade

    João António de Sousa Pais Lourenço é o Presidente da Câmara Municipal de Santa Comba Dão.

Ganhou as eleições em 2005, concorrendo numa lista PPD/PSD-CDS/PP. A palavra de ordem de campanha: «Coragem para mudar».

Do programa de candidatura constava a criação de um «Museu do Estado Novo», para «(...) à semelhança do que acontece por essa Europa fora com os campos de extermínio, educar e usar a nossa história para nosso benefício.». Nem uma palavra sobre o ditador António de Oliveira Salazar.

Mas depressa passou das palavras aos actos. Salazar, Salazar, Salazar.

A solução para os problemas do concelho? Um investimento de mais de 5 milhões de euros num «museu» com a cama, as botas, o restaurador Olex, uns discos e umas revistas. Um projecto que não tinha suporte nas deliberações efectivamente tomadas no exercício dos órgãos autárquicos (ou até as contrariava).

Quem ganha? Um dos sobrinhos do ditador com uma pensão vitalícia de 2 mil euros, actualizáveis todos os anos. A extrema-direita fascista e os neonazis saudosistas que passam a dispor de um santuário para as suas «peregrinações».

Quem perde? A população de Santa Comba Dão, nas bocas do mundo pelas piores razões. E o concelho cujo efectivo desenvolvimento económico, social e cultural permanece no marasmo e na inacção.

Mas desde logo se manifestaram as tendências antidemocráticas de João António de Sousa Pais Lourenço. A União de Resistentes Antifascistas Portugueses (URAP) promove uma sessão de esclarecimento das razões que lhe assistem de oposição ao Museu Salazar? A maioria do executivo da Câmara, por actos e omissões, logo se mostra objectivamente conivente com a contra-manifestação organizada pela extrema-direita.

    Diz João António de Sousa Pais Lourenço que a inauguração de umas obras no Largo António de Oliveira Salazar no próximo dia 25 de Abril é pura coincidência. E não vê nada de mal nisso. Mais. Aconselha maturidade aos opositores de tal acção. E que se enterre definitivamente o passado.

No mínimo é preciso ter lata

Fazer coincidir com a data libertadora do 25 de Abril, dia onde em 1974 se pôs fim ao regime fascista de Salazar e Caetano, com a inauguração de umas obras no largo que ostenta o nome do símbolo maior da odiada ditadura é uma provocação reles e abjecta.

João António de Sousa Pais Lourenço assobia para o lado e finge que não percebe. Mas seria o mesmo que, por exemplo, no dia em que se recorda o Holocausto vir um qualquer presidente de câmara na Alemanha decidir inaugurar o largo Adolf Hitler. Ou no próximo dia 8 de Maio, dia da Vitória dos Aliados na II Guerra Mundial, um qualquer autarca, americano, inglês, francês ou russo, decidir celebrar a personalidade de Hermann Göring ou Joseph Goebbels. E podíamos multiplicar os exemplos por milhares.

    João António de Sousa Pais Lourenço pode fazê-lo porque vivemos em democracia. Porque se quisesse, no tempo de Salazar, celebrar, admitamos, o vulto maior das letras que foi  Aquilino Ribeiro, em vez de porco no espeto tuna e fanfarra teria GNR, PIDE, espancamentos ,prisões e torturas.

Mais. O senhor Presidente da Câmara Municipal de Santa Comba Dão manifestamente convive mal com as opiniões contrárias. Provoca, de uma forma deliberada e ostensiva, o Portugal nascido a 25 de Abril de 1974. Utiliza a democracia e a liberdade para melhor as insultar. Estava à espera de o quê?

E quem, ao promover o ditador, procura em permanência trazer o passado fascista de volta? Aliás estamos perante um caso agudo de culto da personalidade.

As promessas eleitorais tardam em sair do papel? Museu Salazar, Museu Salazar, Museu Salazar!

A câmara está endividada até à raiz dos cabelos? Museu Salazar, Museu Salazar, Museu Salazar!

A câmara apresenta, em ano de eleições, um orçamento em que um terço dos valores aparece em rubricas «diversos» ou «outros» (onde está o rigor do gestor João António de Sousa Pais Lourenço???)? Salazar, Salazar, Salazar!

Quem não tem culpa nenhuma deste estado de coisas é a população de Santa Comba Dão.

    A melhor resposta é todos celebrarmos o 35º aniversário do 25 de Abril com uma esperança e um vigor renovados pela participação massiva das novas gerações nascidas e educadas em democracia e liberdade. Que dos João António de Sousa Pais Lourenço deste mundo não reza a História...

                                 

Notícias AQUI

                   


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 11:07
link do post | comentar | favorito
|

Álvaro Cunhal – contributo para a liberdade e a democracia

     Jerónimo de Sousa, na inauguração da «Exposição evocativa da vida e acção de Álvaro Cunhal - contributo para Liberdade e Democracia», dinamizada pela Câmara Municipal do Seixal, sublinha que «num momento em que 33 anos de política de direita, destruindo parte grande das conquistas de Abril, conduziram o País ao lamentável estado actual - a leitura e a reflexão em torno da obra de Álvaro Cunhal e a luta à qual ele dedicou toda a sua vida, apresentam-se como necessidade imperiosa»

                                                            


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 08:45
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 28 de Março de 2009
Penalva do Castelo: Transversalidade e Interacção nas AEC

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 08:07
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 27 de Março de 2009
Penalva do Castelo: Caminhada «Nas Margens do Côja»

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 08:08
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 26 de Março de 2009
Penalva do Castelo: Circuito Municipal das Escolas de Natação

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 08:06
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 3 de Fevereiro de 2009
A avaliação de desempenho dos... polícias

     Notícia AQUI

                                          

Sem comentários...

                                                    

Notícias AQUI

                             


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 10:34
link do post | comentar | favorito
|

XVIII Feira/Festa do Pastor e do Queijo

                                                                      


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 08:42
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 28 de Janeiro de 2009
Penalva do Castelo - A maioria PSD/CDS com os nervos à flor da pele

No passado dia 23, sexta-feira, realizou-se mais uma reunião pública do executivo da Câmara. Foi a mais longa a que assisti - 3 horas.

Os ânimos estiveram exaltados. Entre a maioria e o vereador da oposição. Entre os vereadores da coligação. Entre os três eleitos pelo PSD.

Motivos não faltaram: a política de subsídios camarários, fiscalização, obras, mapa e quadros de pessoal, caminhos rurais, etc..

A leitura da acta a ser publicada no sítio na Internet da Câmara é obrigatória.

A maioria que (des)governa os destinos da câmara no nosso concelho parece que anda muito nervosa.

 

Será a consciência a pesar? Será a proximidade das eleições? Ou ambas as coisas?


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 14:05
link do post | comentar | favorito
|

A situação na Câmara Municipal de Sines

    Em nota a Comissão Concelhia de Sines do PCP esclarece que «a decisão anunciada pelo Presidente da Câmara Municipal de Sines de se demitir do PCP culmina um processo de repetidos gestos e decisões contrários ao projecto da CDU e de injustificada aproximação a objectivos e propósitos da política do Governo PS para a região e para o país.».

A retirada da Vice-Presidência, dos pelouros e do tempo inteiro ao vereador Albino Roque é expressão da manifesta dificuldade do actual Presidente da Câmara em conviver com as críticas, constituindo um acto gratuito de retaliação política que se traduzirá num empobrecimento do funcionamento colegial da Câmara Municipal e em prejuízo do concelho e da população de Sines.

A manifesta diferença de posicionamento político e a clara ruptura com as orientações e o projecto do PCP exigiriam que, no respeito por valores e princípios de ética e honestidade política, o Presidente da Câmara pusesse à disposição da força política que o elegeu o cargo que exerce.

Face à disposição do actual Presidente da Câmara de se manter agarrado ao poder, usurpando um cargo que no plano político não lhe pertence, o PCP reitera à população de Sines o seu empenhamento em prosseguir uma intervenção e um trabalho que centenas de eleitos da CDU, em sucessivos mandatos desde o 25 de Abril, realizaram para dar resposta aos problemas das populações e assegurar um rumo de desenvolvimento e afirmação do concelho de Sines.

                                                                     

In Nota da Comissão Concelhia de Sines do Partido Comunista Português

                                                                                                         


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 10:29
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2009
Penalva do Castelo: E agora?

     Gabriel de Albuquerque Costa, vereador eleito nas listas do Partido Socialista, na qualidade de independente, participou à IGAT e à Procuradoria-Geral da República um conjunto de situações, que, no seu entendimento, configuram uma extensa série de ilegalidades e irregularidades, praticadas pelo Executivo Camarário deste concelho, solicitando as consequentes averiguações de forma a actuar sobre as decisões tomadas, se tal se justificar:

1. OBRAS JUNTO AO MURO DA CASA DA ÍNSUA SEM APROVAÇÃO DO IPA;

2. RECINTO E OBRAS NA FEIRA, EM TERRENOS DA RAN E REN;

3. ABERTURA DAS PISCINAS E PAGAMENTOS DOS UTENTES ENTREGUES 7 MESES DEPOIS NOS COFRES MUNICIPAIS;

4. FALTA DE AUTOS DE RECEPÇÃO DAS PISCINAS MUNICIPAIS;

5. FALTA DE PAGAMENTO DOS SERVIÇOS DOS AUTOCARROS; 

6. FALTA DE SEGUIMENTO DE PARTICIPAÇÕES DA FISCALIZAÇÃO: AUTOS DE EMBARGO E OBRAS ILEGAIS;

7. PAGAMENTO ILEGAL DO SUBSÍDIO DE REFEIÇÃO AO PRESIDENTE DA CÂMARA E VEREADORES;

8. ALMOÇOS COM A GNR E SUB-DIVISÃO DE FACTURAS;

9. FALTA DE APROVAÇÃO DOS PROTOCOLOS COM AS JUNTAS DE FREGUESIA; 

10. CEDÊNCIA DE TERRENOS PÚBLICOS A PARTICULARES;

11. CONSTRUÇÕES NA ÁREA DE RESERVA PARA A VARIANTE; 

12. OCUPAÇÃO DE CASAS NO BAIRRO MUNICIPAL, SEM CONCURSO; 

13. PAGAMENTO DE DORMIDAS A DESCONHECIDO; 

14. OBRAS DE REABILITAÇÃO URBANÍSTICA DE ARRUAMENTOS DA VILA – 2ª. Fase – PENALVA DO CASTELO: DEFICIÊNCIAS E IMCUMPRIMENTO DA LEI DAS ACESSIBILIDADES;

15. CONCURSO PARA JURISTA ESTAGIÁRIA; 

16. UTILIZAÇÃO ABUSIVA DE CARTÕES DE COMBUSTÍVEL E PORTAGEM;

17. ROUBO DE COMBUSTÍVEL.

E agora?...

                                                       


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 18:18
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Sexta-feira, 26 de Setembro de 2008
Penalva do Castelo - Caminhada do Coração

                                                                                                           


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 18:34
link do post | comentar | favorito
|

Penalva do Castelo - Passeio de Cicloturismo

                                                                                           


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 08:28
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 25 de Setembro de 2008
Penalva do Castelo: Portugal-Roménia em Sub19 Futebol Feminino

                                                                       


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 18:23
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
20
21
22
23

24
25
26
28
29
30

31


posts recentes

Penalva do Castelo: Expos...

CDU questionou legalidade...

LAMEGO: Coligação PSD/CDS...

Penalva do Castelo: XXII ...

Este senhor é putativo ca...

Um Blog censurado pela Câ...

Cantata Pranto e Louvor

Será verdade?

Penalva do Castelo: VII E...

Penalva do Castelo: Sons ...

Penalva do Castelo: Camin...

Penalva do Castelo: Camin...

Sobre as «agressões» a um...

Em Felgueiras é à sapatad...

Penalva do Castelo: Passe...

arquivos
tags

álvaro cunhal

assembleia da república

autarquia

avante!

bce

benfica

blog

blogs

câmara municipal

capitalismo

caricatura

cartoon

castendo

cds

cdu

cgtp

cgtp-in

classes

comunicação social

comunismo

comunista

crise

crise do sistema capitalista

cultura

cultural

democracia

desemprego

desenvolvimento

desporto

dialéctica

economia

economista

eleições

emprego

empresas

engels

eua

eugénio rosa

exploração

fascismo

fmi

futebol

governo

governo psd/cds

grupos económicos e financeiros

guerra

história

humor

imagens

imperialismo

impostos

jerónimo de sousa

jornal

josé sócrates

lénine

liberdade

liga

lucros

luta

manifestação

marx

marxismo-leninismo

música

notícias

parlamento europeu

partido comunista português

paz

pcp

penalva do castelo

pensões

poema

poesia

poeta

política

portugal

precariedade

ps

psd

recessão

revolução

revolucionária

revolucionário

rir

salários

saúde

segurança social

sexo

sistema

slb

socialismo

socialista

sociedade

sons

trabalhadores

trabalho

troika

união europeia

vídeos

viseu

vitória

todas as tags

LIGAÇÕES A CASTENDO
Visitantes
eXTReMe Tracker
Google Analytics
blogs SAPO
subscrever feeds