Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CASTENDO

TERRAS DE PENALVA ONDE «A LIBERDADE É A COMPREENSÃO DA NECESSIDADE»

O CASTENDO

TERRAS DE PENALVA ONDE «A LIBERDADE É A COMPREENSÃO DA NECESSIDADE»

Penalva do Castelo luta para diminuir taxas de abandono escolar

 Texto deAna Filipa Rodrigues

 

    Com a publicação do ranking das escolas secundárias, a Escola EB 2,3 /S de Penalva do Castelo assumiu um papel de relevo, mas pela negativa, uma vez que foi classificada como a pior do distrito.

Situações pontuais e implementação de objectivos para diminuição do abandono escolar, um espírito que segundo a directora da escola, Maria Isabel Serra, colide com a elaboração do ranking, são alguns dos motivos identificados pelos responsáveis.

Dos 61 alunos que frequentaram o 12.º ano, 59 foram a exame, e só um chumbou devido à não obtenção de notas satisfatórias. “Há escolas em que o seu objectivo de trabalho é preparar e seleccionar alunos para exame. Nós trabalhamos para todos os alunos, não queremos obter melhores resultados à custa de deixar alunos para trás”, explica Maria Isabel Serra, dando o exemplo dos dois alunos que não foram a exame e que optaram por abandonar a escola. Uma situação que preocupa a directora, uma vez que pode conduzir os jovens a um emprego precário ou à marginalidade.

Na única escola secundária do concelho, e que por isso “assume mais responsabilidades”, os professores prometem analisar os resultados do ranking, mas, preferem continuar a trabalhar para aumentar a taxa de sucesso escolar e preparar os alunos para o prosseguimento de estudos. Objectivos que obrigam os docentes a trabalhar a três níveis dentro da mesma sala de aula: “ao nível dos alunos que podem ter um sucesso escolar maior, ao nível médio e ao nível daqueles alunos que não chegariam sequer a exame e abandonariam a escola”.

Para a responsável, num concelho como o de Penalva do Castelo, os resultados reflectem a “falta de cultura de exigência” e acabam por ser a “devolução ao trabalho das famílias”. “Os alunos têm cada vez menos regras, têm mais dificuldades de leitura, mais dificuldades de compreensão e raciocínio lógico. Nas famílias, os alunos não estão habituados à noção de esforço, nem à dedicação ao trabalho”.

Envolver os encarregados de educação será um dos desafios do próximo ano. O corpo docente quer que os pais percebam a importância de, por exemplo, os filhos frequentarem o reforço curricular às disciplinas de exame.

Contudo, os maus resultados obtidos não podem ser apenas explicados pelo contexto sócio cultural e económico do agregado familiar, pois a escola ficou, também, classificada nas 10 piores à disciplina de Geografia e Economia, o que empurrou ainda mais Penalva do Castelo para a cauda do ranking. Maria Isabel Serra reconhece que houve problemas com os docentes das duas disciplinas. “A disciplina de Economia foi entregue a uma professora que trabalhava muito mas era a primeira vez que estava perante um programa do ensino secundário de exame nacional. Na disciplina de geografia, o professor colocado tinha graves problemas de saúde e teve de ser substituído. No total tivemos quatro professores a Geografia”, afirma a directora.

Num documento aprovado, em reunião de conselho, os responsáveis estipularam novas estratégias de apoio e motivação.

(sublinhados meus)

                            

 

Escola EB 2,3 de Penalva do Castelo (Penalva do Castelo)

Disciplina

Média

Nota
Máxima

Nota
Mínima

Português (639)

11,3

17,5

6,5

Matemática (635)

6,2

15,5

0,6

Biologia e Geologia (702)

7,4

13,9

3,1

Física e Química A (715)

4,7

13,2

0,8

Geografia (719)

7,2

9,7

4,9

História (623)

-

-

-

Matemática Ciên. Sociais (835)

-

-

-

Economia / Intr. Eco. (712)

6,8

11,8

2,9

  

      

In "Jornal do Centro" - Edição de 23 de Novembro de 2007

    

Ver a minha opinião sobre os rankings das escolas Aqui

    

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    K

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    W

    X

    Y

    Z

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D