Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CASTENDO

TERRAS DE PENALVA ONDE «A LIBERDADE É A COMPREENSÃO DA NECESSIDADE»

O CASTENDO

TERRAS DE PENALVA ONDE «A LIBERDADE É A COMPREENSÃO DA NECESSIDADE»

Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral do PCP, em Viseu

serigrafia autarquias 2017.jpg

No próximo Sábado, dia 15 de Julho de 2017, o Secretário-Geral do PCP, Jerónimo de Sousa, vai estar em Viseu para participar em duas importantes iniciativas.

A primeira iniciativa, ocorrerá pelas 18 horas e constará da visita a Real, Freguesia de maioria CDU, no Concelho de Penalva do Castelo, onde Jerónimo de Sousa manterá contacto com a população e com o reconhecido trabalho realizado pelos eleitos da CDU.

O segundo momento da presença de Jerónimo de Sousa, em Viseu, será o Jantar CDU, que terá lugar pelas 19,30 horas, na Escola Secundária de Viriato.

 

Reunião da Assembleia Municipal de Viseu de 26 de Julho

Filomena Pires 2017_1.jpg

Reunião da Assembleia Municipal de Viseu:

CDU Propõe Plano Municipal para a Integração das Comunidades Ciganas e Vai Levar ao Ministério Público Casos de «Legalização Forçada»

 

Intervenções do Eleito da CDU na Assembleia Municipal de Penalva do Castelo de 20 de Julho

pedropinanobrega

CDU vota contra

Contrato Interadministrativo de delegação de competências da recolha e transporte de resíduos sólidos urbanos indiferenciados no território do Concelho de Penalva do Castelo

 

CDU condena «guerrilha» no executivo e exige resposta a carências da população

CM Nelas1

Na Assembleia Municipal de Nelas

CDU condena «guerrilha» no executivo e exige resposta a carências da população

 

Na Assembleia Municipal de Nelas realizada ontem, dia 22-06-2017, o eleito da CDU nesta Assembleia, Manuel Fonseca, interveio no período antes da Ordem do Dia para colocar preocupações levantadas por cidadãos do Concelho de Nelas, que procuram a CDU para ser sua porta voz na Assembleia Municipal, única forma de verem os seus problemas discutidos.

Lamentamos que mais uma vez o sr. Presidente da Câmara não tenha respondido á grande maioria das perguntas efectuadas, numa clara demonstração, que para questões embaraçosas que põem a nu a falsidade da propaganda municipal, só tem o silêncio como resposta.

Esta Assembleia, foi mais um triste episódio do degradante espectáculo político que este executivo camarário, composto desde há muitas décadas por PS, PSD e CDS, vem dando nos últimos meses. Colocando os interesses pessoais acima dos da população do Concelho, dão uma imagem desprestigiante do exercício do poder local, com graves consequências na gestão e resposta aos muitos problemas sentidos pela população.  A não aprovação dos documentos de prestação de contas e relatório de gestão do ano de 2016, insere-se nesse processo obscuro e intolerável, em que os protagonistas utilizam todos os meios para se agarrar ao poder, sem qualquer preocupação com as consequências disso para o bem estar dos nelenses. 

O Município de Nelas não pode continuar a viver envolvido em guerras pessoais permanentes, em que todos são culpados, presidente e vereadores. É tempo de escolhas. É hora de optar por quem tem pautado a sua intervenção por princípios de dedicação sincera ao enriquecimento da vida democrática do Concelho e de empenhamento na resolução dos problemas das populações. Os Nelenses têm direito a uma vidamelhor.

Em anexo, as questões colocadas pelo Eleito da CDU no Período de Antes da Ordem do Dia, juntamente com algumas fotos.

 

Heloísa Apolónia fala sobre o Orçamento do Estado para 2016

Heloísa Apolónia1

Os eleitores sabem que na CDU existem dois partidos - o PCP e o PEV - e a nossa comunicação com os eleitores baseou-se, primeiro, na ideia fundamental de quebrar com a lógica de austeridade e que PSD/CDS perdessem a maioria dos deputados na AR. Isso verificou-se.

Segundo: que contribuiríamos na AR para influenciar e virar as políticas do país - por isso viabilizámos um Governo do PS e vamos puxar as políticas – não o Governo – para o ponto que achamos correcto. Não estamos aqui apáticos, a ver o que cai na AR, mas de uma forma interventiva e participativa, a puxar as políticas.

 

Autarca do Sátão nega que ETAR esteja abandonada...

ETAR_Satao_Riodemoinhos2

Clicar nas imagens para ampliar

 

Face a esta tomada de posição do Partido Ecologista «Os Verdes», a resposta na comunicação social por parte da autarquia foi:

«O presidente da Câmara de Sátão está surpreendido com o pedido de esclarecimento do Partido Ecologista 'Os Verdes' ao Ministério do Ambiente, a propósito do suposto estado de degradação da ETAR de Rio de Moinhos. Alexandre Vaz diz que, desde Setembro, altura em que uma delegação do Partido Ecologista terá estado no local, não foi questionado por ninguém sobre o estado do equipamento e nega que este se encontre ao abandono, como constataram os responsáveis daquele partidoAQUI.

As imagens que se seguem são esclarecedoras...

ETAR_Satao_Riodemoinhos4

Estes tanques deviam servir para depositar as lamas filtradas na ETAR, posteriormente retiradas em viatura própria. Como se pode visualizar há meses e meses que não são utilizados. Acresce que o caminho de acesso está ocupado lateralmente por vegetação e mal dá para passar um automóvel.

ETAR_Satao_Riodemoinhos3

ETAR_Satao_Riodemoinhos5

ETAR_Satao_Riodemoinhos1

Três imagens que demonstram, sem margem para dúvidas, a qualidade do funcionamento e da manutenção da ETAR, mais conhecida pelos habitantes da freguesia como «fábrica da bolacha» (vá-se lá saber porquê...).

Lixo_ETAR_Satao_Riodemoinhos1

Depósito de lixo logo à entrada da ETAR. Há de tudo como na boutique: desde pensos higiénicos a preservativos...

 

O presidente da Câmara Municipal tem razão: a ETAR de Rio de Moinhos está a funcionar!!!

Entra merda e sai merda (para o rio Coja)...

NOTA: se for necessário há mais 50 fotografias a provar o que afirmamos.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    K

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    W

    X

    Y

    Z

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D