Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CASTENDO

TERRAS DE PENALVA ONDE «A LIBERDADE É A COMPREENSÃO DA NECESSIDADE»

O CASTENDO

TERRAS DE PENALVA ONDE «A LIBERDADE É A COMPREENSÃO DA NECESSIDADE»

Evocação aos 10 anos do Prémio Nobel de José Saramago

    Escolhemos o espaço da Festa do Avante! para concretizar a primeira de três iniciativas com as quais o PCP irá assinalar o acontecimento memorável que foi a atribuição a José Saramago do Prémio Nobel da Literatura. A escolha da Festa para esta homenagem pareceu-nos a mais apropriada, por um lado porque a Festa do Avante! é a maior, a mais relevante, a mais bela realização do Partido de que José Saramago é militante há quase quarenta anos; e, por outro lado, porque José Saramago tem sido, ao longo dos anos, uma presença constante na Festa - numa fase inicial, participando nas jornadas de trabalho; posteriormente, participando nas sessões em que vem falar com os seus leitores e autografar os seus livros – esses livros que são produto de outras jornadas de trabalho, talvez não tão diferentes como à primeira vista pode parecer das jornadas dos que constroem e realizam a Festa.

Em todo o caso, integrando o conjunto dos construtores da Festa, ou seja, aqueles milhares e milhares de militantes e amigos do Partido que com o seu trabalho voluntário a constroem e a que se juntam, durante três dias, os milhares e milhares de cidadãos apartidários ou até membros de outros partidos que a visitam – todos fazendo da Festa do Avante! um espaço único de convívio fraterno, um pedacinho do futuro pelo qual lutamos.

Infelizmente, este ano o camarada José Saramago não está aqui connosco – mas fez questão de prometer que no próximo ano cá estará e, uma vez mais, trazendo consigo um novo livro – A Viagem do Elefante, a ser lançado brevemente. 

Por isso, o José Saramago enviou-nos aquela mensagem fraterna que acabámos de ouvir. 

 

          

Ler Texto Integral

Ver Vídeo de homenagem a José Saramago e respectiva mensagem

                      

Comício - Carina Castro

    Camaradas e amigos, sinto um enorme orgulho de em nome da JCP vos saudar, deste palco de onde se avista milhares de jovens, onde se avista o fruto da capacidade de construção colectiva deste grande partido e da sua organização de juventude, a luta, a confiança e a certeza num futuro diferente, num futuro feliz!

A nossa Festa é feita de trabalho organizado e amizade, de discussão colectiva, da mobilização única de sonhos, de forças, imaginações, de vontades de milhares de jovens.

Os jovens que no terreno construíram este espaço, que divulgaram a festa, lá fora, que organizaram os Festivais de bandas – a maior iniciativa de divulgação da Festa do Avante! junto da juventude – que garantiram as bancas de vendas de EP’s e percorreram as grandes iniciativas e festivais de Verão, afirmando a Festa do Avante, afirmando o PCP e a JCP!

                        

Ler Texto Integral

                             

Comício - José Casanova

    Camaradas e amigos construtores da Festa do Avante! – militantes do PCP e da JCP; homens, mulheres, rapazes e raparigas oriundos de todo o País e que durante meses construíram esta cidade de modo a que ela fosse durante três dias um espaço único de fraternidade – para todos, um abraço do tamanho da camaradagem e da amizade.

Amigos visitantes da Festa do Avante!, homens, mulheres e jovens de outras opções políticas e partidárias, nossos conhecidos de anos anteriores ou que pela primeira vez aqui vieram, e com os quais contamos nos próximos anos nesta Festa que também é vossa – para todos um abraço do tamanho da fraternidade.

Camaradas e companheiros que vindos de vários países do mundo, e com a vossa presença enriqueceram essa vertente essencial da Festa do Avante! que é a solidariedade internacionalista – para todos, um abraço do tamanho do mundo, abraço que vos pedimos que transmitam aos vossos camaradas e companheiros militantes dos partidos comunistas e das organizações progressistas nos vossos países: Alemanha, Argélia, Bélgica, Brasil, Cabo Verde, Chile, China, Chipre, Colômbia, República Popular Democrática da Coreia, Cuba, Dinamarca, Espanha, França, Grã-Bretanha, Grécia, Guiné Bissau, Holanda, Itália, Irão, Irlanda, Japão, Marrocos, Moçambique, Palestina, Peru, Rússia, República Checa, Sahará Ocidental, Timor Leste, Turquia, Uruguai, Venezuela, Vietnam.

E com esse abraço, camaradas e companheiros, vão também a solidariedade dos comunistas portugueses com a vossa luta e os nossos votos de muitos êxitos futuros.


                       

Ler Texto Integral

                           

Comício - Jerónimo de Sousa

    Aqui estamos neste magnífico comício desta fascinante Festa do “Avante!” e, por isso, a nossa saudação fraterna a todos os que aqui marcam presença!

Mas não nos cansamos de sublinhar que a originalidade, a marca distintiva deste acontecimento político-cultural está como e quem a arquitectou, projectou e construiu!

Sem ser redutor ou injusto face ao esforço de tantos camaradas e amigos de diversas condições e gerações, gostaria de enviar uma saudação combativa e solidária particularmente à juventude e à JCP. A sua participação nas jornadas de trabalho, esta fileira colorida de jovens aqui presentes no comício, a forma como convivem e vivem estes dias, derrotam as teses generalizantes, particularmente daqueles que têm responsabilidades políticas nas dificuldades e nas precariedades da juventude portuguesa, quando consideram que os jovens são egoístas e individualistas e não querem saber nada de política.

Esta Festa do “Avante!” dá mais força à nossa confiança de que a juventude não fica parada à espera de ser força do futuro, mas ser força do presente para construir um futuro melhor!


                          

Ler Texto Integral

                                 

Abertura

    Declaramos aberta a 32ª edição da Festa do “Avante!”.

Quisestes com a vossa presença, falar mais do que as palavras! 

Juntos quisestes fazer desta moldura humana, a transbordar de juventude, a imagem mais genuína deste acontecimento político e cultural que deve ser entendido no antes, durante e depois da Festa, neste resgate e vivência dos valores da amizade, da fraternidade, da solidariedade e esperança, ao arrepio dos valores prevalecentes do egoísmo, do salve-se quem puder, do individualismo e do conformismo.

“Como fazem?”, “como conseguem?” – perguntam-nos.

E não encontramos resposta mais certa - que é o fascinante espelho e resultado do Partido que temos e do grande colectivo que somos, colectivo construído e edificado num fazer e refazer permanente em torno de um projecto, de um ideal que, tal como a Festa do “Avante!”, cada um o sente como seu e sua e simultaneamente nosso e nossa, ao serviço dos trabalhadores e do povo português.

                         

Ler Texto Integral

                        

Os vídeos da Festa do Avante! 2008

    Todos os VÍDEOS da Festa do Avante! 2008.

                                                                                                                                        

Festa do “Avante!” 2008 - Um grande êxito político, cultural e de massas

    A realização da 32ª edição da Festa do “Avante!” constituiu um assinalável êxito político, cultural e de massas, confirmando as suas características únicas, que a tornam a maior e mais importante iniciativa política e cultural do país, profundamente enraizada e com uma enorme capacidade de atracção junto dos trabalhadores, da juventude e do Povo português.

Foram três dias de alargado debate e participação política, de intensa oferta artística, cultural e desportiva, de fraterno e solidário convívio que preencheram o magnífico espaço da Quinta da Atalaia com os valores da amizade, da solidariedade e da Paz.

Contrariando todos aqueles que não suportam o prestígio e a dimensão da Festa, vencendo todas as tentativas de a limitar, silenciar, diminuir ou caricaturar, denunciando as intenções dos que procuram condicionar a sua realização, a Festa do “Avante!” foi uma grande afirmação da capacidade e da força do PCP, dos valores da liberdade e da democracia, uma valiosa expressão do Portugal de Abril. Uma iniciativa que é inseparável do Partido que a organiza e constrói, da sua natureza de classe, do seu funcionamento democrático, do seu projecto e ideal comunista.

    Ao realizar-se no quadro de uma violenta ofensiva do Governo PS marcada pelo agravamento das condições de vida do Povo português e pelo objectivo imediato de alteração para pior da actual legislação laboral, e perante uma situação internacional onde se avolumam as ameaças à paz e se torna mais evidente o carácter opressor e explorador do capitalismo, a Festa do “Avante!” constituiu um incontornável factor de esclarecimento, mobilização e confiança na luta contra a política de direita, de exigência de um outro rumo de justiça social, progresso e soberania nacional, de afirmação da solidariedade internacionalista e do socialismo como grande exigência da actualidade e do futuro.

Os organismos executivos do Comité Central do PCP saúdam os militantes e organizações do Partido e da JCP que, numa grande afirmação de militância comunista, estiveram na preparação, divulgação, construção e funcionamento da Festa, respondendo às enormes exigências colocadas. Valorizando a enorme dedicação do colectivo partidário que se expressou, entre outros aspectos, na resposta dada à adversidade que constituiu a chuva durante o primeiro dia, os organismos executivos do Comité Central do PCP sublinham também o crescente contributo dado por pessoas sem partido ou com outras opções políticas que, de forma voluntária, fraterna e solidária ajudaram à realização da Festa do “Avante!”.

O êxito desta Festa do “Avante!” constitui um renovado factor de motivação para as exigentes tarefas que se colocam no futuro, nomeadamente na mobilização dos trabalhadores e do Povo para a luta contra a política de direita do Governo PS e de estímulo a uma ampla participação dos militantes na preparação do XVIII Congresso do PCP.

               

In Nota do Secretariado e da Comissão Política do Comité Central do PCP

                    

O distrito de Viseu na Festa do Avante! 2008

   Nos dias 5, 6 e 7 de Setembro, na Quinta da Atalaia, Amora, Seixal, o Teatro, a Dança, o Desporto, as Tecnologias, as Exposições, a Gastronomia, o Artesanato, os Livros, a Rádio, a Ciência, os Espectáculos, as Organizações do PCP e da JCP, vão proporcionar aos visitantes três dias intensamente vividos. 

Conhecido que é do grande público o cartaz oficial da Festa, onde se destaca a Grande Gala de Ópera, a abrir os espectáculos no Palco 25 de Abril, vamos dar-vos conta da participação da Organização Regional de Viseu na Festa do Avante! 2008.

A DOR Viseu escolheu a evocação do 50º Aniversário da Publicação de “Quando os Lobos Uivam”, romance imortal de Aquilino Ribeiro sobre a defesa dos baldios pelos povos serranos contra a usurpação tentada pelo governo fascista, como lema da sua presença. 

Como é habitual, levamos à Festa do Avante! alguns dos melhores produtos do nosso distrito. Falamos da vitela arouquesa, dos vinhos do dão, dos espumantes do Vale do Varosa, dos enchidos e presuntos de Lamego, do queijo de Penalva, dos rojões de Lafões, das bolas de vinha d’alhos e de bacalhau, da broa de Vildemoinhos, do mel da serra do Caramulo. 

No Restaurante “O Malhadinhas”, a Vitela Arouquesa certificada será a rainha, assada no forno ou grelhada à posta, fornecida pela ANCRA, associação sedeada em Cinfães, que aglutina os criadores desta raça autóctone.  

Na “Taberna Beirã”, vamos mostrar e vender os melhores vinhos tintos, brancos e espumantes das Adegas Cooperativas do Dão, Lafões e Varosa, mais iguarias regionais com particular destaque para as “Sandes à Lavrador” de Presunto, Salpicão e Queijo e bolas de bacalhau e carne. Como novidade, a Cooperativa Agrícola do Távora, de Moimenta da Beira, estará no espaço de Viseu com um pavilhão de prova de vinhos, nomeadamente dos seus já famosos espumantes. 

Dos Produtos Regionais que vamos vender, destaque para o Queijo de Ovelha de Penalva do Castelo e o Queijo de Cabra do Montemuro, o Presunto e Fumeiro de Lamego, o Mel do Caramulo, as Broas, Centeios e Bolos de Azeite. 

    O Artesanato estará representado pelo barro preto de Molelos, Tondela, e pelas miniaturas em madeira, de Lalim, Lamego. 

A expressão da qualidade e variedade do folclore e etnografia do nosso Distrito também vão estar na Festa, levadas pelo Rancho Folclórico de Souselo, Cinfães, e pelo Rancho Folclórico de Vila Nova de Paiva. Uma forte e significativa delegação do nosso folclore que terá oportunidade de mostrar a sua arte para muitos milhares de visitantes interessados. 

No Espaço da DORViseu vão decorrer durante as três noites, Tertúlias em torno da obra de Aquilino Ribeiro, com leituras encenadas de trechos de muitos dos seus livros, com enquadramento musical adequado. Oferecidas por um amigo do PCP, vão estar em “leilão”, dois exemplares de primeiras edições de “Quando os Lobos Uivam” (1ª edição brasileira, de 1959, com prefácio de Adolfo Casais Monteiro, 1ª edição portuguesa,de 1958, apreendida pela PIDE). Por sua vez, as Edições “Avante” vão lançar na Festa uma edição comemorativa do 50º Aniversário de “Quando Os Lobos Uivam”, com prefácio inédito de Álvaro Cunhal e 20 ilustrações de João Abel Manta. 

No campo desportivo, duas equipas de Futsal do distrito, vencedoras dos torneios realizados em Armamar e Cinfães, vão à Festa participar no Torneio Nacional que se disputará nos dias 6 e 7 de Setembro. 

Para quem desejar a comodidade de viajar directamente para a Festa e regressar, vai sair de Cinfães uma Excursão, que passará em Viseu pelas 7,30 horas do dia 6 de Setembro e sairá da Festa às 20 horas do dia 7.

Na Exposição Política vão merecer um particular destaque as lutas das populações do distrito em defesa dos serviços públicos, nomeadamente, os da saúde, a luta dos trabalhadores do distrito contra a política de desigualdades do Governo PS, a luta dos ex-mineiros da ENU pelo reconhecimento dos seus direitos, a par das propostas do PCP para o desenvolvimento do Distrito de Viseu.

(...)


Viseu 29 de Agosto/08

O Secretariado da DOR Viseu do PCP

                                                                    

 

Festa do «Avante!» 2008 - Programa de TODOS os espectáculos

    Ver AQUI todos os espectáculos da Festa

                                                              

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    K

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    W

    X

    Y

    Z

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D