Domingo, 21 de Fevereiro de 2016

Há 25 anos: A Guerra do Golfo

Mapa Médio Oriente

Mapa Área do US Central Command

 

A Guerra do Golfo abriu portas à escalada das políticas imperialistas de guerra e agressão que ensanguentam o planeta há 25 anos.

A destruição final da URSS, no Verão de 1991, libertou definitivamente as mãos ao imperialismo, que passou a agir de forma cada vez mais brutal e descarada.

O direito internacional e os tratados de desarmamento foram sendo substituídos pela lei da selva.

A NATO expandiu-se e a União Europeia tornou-se oficialmente o seu 'pilar europeu'.

Um quarto de século depois da Guerra do Golfo, o Médio Oriente jaz em ruínas. E o imperialismo prepara novas e mais devastadoras guerras.

 

mapa do iraque petróleo.jpg

 

sinto-me:
publicado por António Vilarigues às 00:03
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 24 de Setembro de 2014

Entrevista a René González - «Sentimo-nos heróis como qualquer cubano»

   René González, preso e condenado pelos EUA num processo político, esteve na Festa do «Avante!». Ao Órgão Central do PCP, o patriota cubano, libertado após cumprir a sentença, rejeitou ser um arquétipo e sublinhou a heroicidade de Cuba e do seu povo; denunciou os EUA como os principais promotores do terrorismo e explicou como resistiram os cinco anti-terroristas, três dos quais (Antonio, Ramón e Gerardo) permanecem encarcerados apesar da crescente exigência da sua libertação, pelo que, nota, «este é o momento para que o governo norte-americano tome a decisão correcta: aplicar a justiça e libertá-los». 

-

-

Publicado neste blogue:

-

sinto-me:
publicado por António Vilarigues às 08:54
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 3 de Setembro de 2012

Cinco heróis cubanos presos do governo dos Estados Unidos há 14 anos

Clicar na imagem para visualizar a ligação

-

«Os cinco cubanos»

-

publicado por António Vilarigues às 12:07
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 1 de Setembro de 2009

Quem disse que o actual presidente da Colômbia «trabalhou para o cartel de Medellin»?

texto completo é o seguinte:

«Alvaro Uribe Velez--a Colombian politician and senator dedicated to collaboration with the Medellin cartel at high government levels. Uribe was linked to a business involved in narcotics activities in the U.S. His father was murdered in Colombia for is connection with narcotic traffickers. Uribe has worked for the Medellin cartel and is a close personal friend of Pablo Escobar Gaviria. He has participated in Escobar's political campaign to win the position of assistent parliamentarian to Jorge {(Ortega)}. Uribe has been one of the politicians, from the Senate, who has attacked all forms of the extradition treaty»

 

U.S. President Barack Obama meets with Colombian President Alvaro Uribe in the Oval Office of the White House June 29, 2009 in Washington, DC. The two leaders were expected to discuss various issues including the U.S.-Colombia Free Trade Agreement.

 

A pergunta deste concurso de verão é sobre quem disse isto. As respostas devem ser justificadas.

Quem acertar e fizer uma redacção sobre o assunto poderá receber inúmeros prémios que incluem uma estadia no Hotel Bagram recentemente remodelado.

                                                                  

adaptado de um e-mail enviado pelo Jorge

                                                                     

Não digam nada a ninguém, mas a solução está AQUI
                                                                                                      

sinto-me:
publicado por António Vilarigues às 12:04
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 23 de Maio de 2009

A firma «Obama, Gates, Inc.» proíbe exibição de imagens de tortura de prisioneiros

Obama proíbe exibição de imagens de tortura de prisioneiros. Barack Obama decidiu não permitir a divulgação de novas fotografias que mostram soldados americanos, a maltratar prisioneiros no Iraque e no Afeganistão durante a administração de George W. Bush. A Casa Branca tinha dito que não iria bloquear uma ordem judicial que determinava a libertação das fotos. Mas o governo americano mudou de ideias.

    Além de Obama, é ele que aparece no vídeo da RTP acima. Veja a folha de serviços (em inglês) de:

Aqui é em castelhano. Um excerto:

«Fue ascendido a Director Adjunto de la CIA en 1986, y tras la dimisión del director William Casey en 1987, el Presidente Ronald Reagan nominó a Gates para dirigir la Agencia. Pero el Senado se mostró contrario a su confirmación, y tuvo que retirar su nominación. Esto se debió a que Gates había estado estrechamente relacionado con importantes figuras implicadas en el escándalo Irán-Contras, y a polémicos informes que había redactado en los que aconsejaba que EEUU debería intervenir militarmente en Nicaragua para neutralizar al gobierno sandinista enemigo de Washington».

                                                                   

adaptado de um e-mail enviado pelo Jorge

                                                                   

sinto-me:
publicado por António Vilarigues às 12:01
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 18 de Maio de 2009

Spínola não queria libertar os presos políticos. Obama também não quer...

    1. «(...) Lembro-me, na tarde de dia 26, face à demora na libertação dos presos políticos provocada pela resistência de Spínola e do seu círculo em libertar acusados de acções violentas ou de «terrorismo», (...)»

2. «(...) Ao lado da alínea sobre "a amnistia imediata de todos os presos políticos, na metrópole e no ultramar", o general coloca um ponto de interrogação. No livro "Alvorada em Abril", Otelo Saraiva de Carvalho diz que as objecções de Spínola à amnistia estavam relacionadas com a vontade do general impedir que fossem libertados os que "advogam a entrega imediata do Ultramar". Vítor Alves afirma que Spínola não concordava com a libertação de presos políticos que tivessem estado envolvidos em crimes de sangue. (...)»

3. «(...) Na prisão de Caxias, a DGS e a GNR mantêm as suas posições. As tropas paraquedistas comandadas por José Brás e Mário Pinto são as primeiras a chegar ao local, sendo mais tarde apoiadas por fuzileiros que organizam um cordão de segurança no reduto norte. A multidão aflui a Caxias para exigir a libertação dos presos políticos, seguindo-se longas conversações entre os advogados e familiares dos presos e o enviado de Spínola, que manifesta a intenção de não libertar todos os presos. (...)»

«O Presidente dos Estados Unidos vai retomar os julgamentos militares em Guantánamo. O processo judicial controverso tinha sido implementado por George Bush, mas foi terminado por ordem da nova administração americana. Obama diz que os suspeitos de terrorismo terão direitos mais amplos do que até à altura em que os julgamentos foram sancionados».

adaptado de um e-mail enviado pelo Jorge

                                                                   

sinto-me:
publicado por António Vilarigues às 12:09
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 13 de Agosto de 2008

Lévi-Strauss e Clausewitz

Texto de Filipe Diniz

Em “Tristes Trópicos” o etnógrafo Lévi-Strauss fala do problema que surgia quando se tratava de fotografar as tribos amazónicas com que contactou. Ao que parece, nas culturas primitivas, os poderes atribuídos à imagem são fortíssimos. O sujeito torna-se vulnerável quando objecto de representação e pode ser atacado através dela.

Os responsáveis editoriais dos grandes meios de comunicação social, que devem considerar-se a si próprios altamente sofisticados, agem em relação ao PCP de forma análoga ao desses reflexos mágicos e primitivos. Acreditarão eles que, não existindo, ou surgindo residualmente o PCP nas páginas dos jornais e nos écrans da televisão, desaparece o seu papel histórico no movimento real de transformação do estado das coisas existente? A manipulação mediática não altera o mundo real, mas pode alterar profundamente a sua percepção. É um poderoso instrumento na luta de classes. No quadro das agressões imperialistas, constitui um elemento de preparação da guerra. Parafraseando Clausewitz, alguma manipulação mediática é a antecipação da guerra por outros meios. Estão bem vivas as colossais campanhas de desinformação e de mentira que antecederam, prepararam e acompanharam as agressões à ex-Jugoslávia e no Iraque. Agressões imperialistas que se traduzem num cortejo interminável de crimes de guerra, mas cujos responsáveis não veremos julgados no TPI, criado para administrar a justiça dos vencedores e para ocultar os seus crimes. Apesar de terem nome: chamam-se Joschka Fischer e Gerhard Schrӧder, Jack Straw e Tony Blair, Bill Clinton e Madeleine Albright, nomeadamente.

Esta última, num sinal para alguns incautos terem em conta, em lugar de se sentar no banco dos réus é uma destacada conselheira de Barack Obama para as questões internacionais.

O imperialismo não nasceu com George Bush, nem alterará a sua natureza e a sua essência qualquer que seja o resultado das eleições presidenciais nos EUA. Será derrotado, isso sim, numa muito dura e decerto prolongada luta dos povos de todo o mundo.

Incluindo necessariamente a luta do povo dos EUA.

 

In jornal "Avante!" - Edição de 31 de Julho de 2008

 

sinto-me:
publicado por António Vilarigues às 00:05
link do post | comentar | favorito
Domingo, 6 de Julho de 2008

Aos 89 anos Nelson Mandela deixa de ser terrorista! E o ANC também...

    George Bush promulgou esta lei...

                            

sinto-me:
publicado por António Vilarigues às 22:18
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 2 de Julho de 2008

A mentira compulsiva como princípio ético da actividade política

    «El Niño Colombiano» é um homem cheio de princípios éticos, que enche a boca, e o teclado, com a defesa da democracia e dos direitos humanos.

Veio do Bloco de Esquerda e hoje milita no PS. Ideologicamente os ventos orientam-no em movimento tendencial para as concepções neo-liberais (embora diga o contrário).

1. O «El Niño» sabe que as primeiras guerrilhas na Colômbia surgiram em 1950 e até Setembro de 2001 nunca foram consideradas «terroristas». Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

2. O «El Niño» sabe que George Bush desencadeou em 2001 a sua guerra contra o terrorismo e o seu capataz colombiano, Álvaro Uribe, pediu que as  guerrilhas colombianas fossem reclassificadas como «terroristas». E Bush acedeu. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

3. O «El Niño» sabe que em Fevereiro de 2001, Manuel Marulanda, líder histórico das FARC, recebeu um «medalhão de paz». De um lado tinha imagens religiosas e do outro uma inscrição em latim: «Na Verdade está a Paz». Quem entregou o medalhão ao chefe guerrilheiro foi Andrés Pastrana, presidente colombiano. Interessante, mas não é tudo. Pastrana fê-lo a pedido de... João Paulo II. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

4. O «El Niño» sabe que quem pensa, no plano filosófico e ideológico, como ele está aglutinado no projecto do Pólo Democrático Alternativo (PDA). Onde o Partido Comunista também participa e é uma componente largamente minoritária. Os homens e mulheres do PDA arriscam diariamente a sua integridade física. Por vezes a própria vida. Pois o Tiago, cego, surdo e mudo, é incapaz de lhes fazer chegar uma atitude solidária. Uma palavra só que seja. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

5. O «El Niño» sabe que mais de metade dos sindicalistas assassinados em todo o mundo o são num só país: a Colômbia. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

    6. O «El Niño» sabe que em 1985 o Partido Comunista Colombiano integrou a “União Patriótica” (UP), movimento político amplo e democrático ao qual pertenciam também as FARC (na altura num processo de cessação de hostilidades e de pacificação). Na UP participavam igualmente diferentes grupos políticos de esquerda. Contra a UP foi desencadeada uma operação de extermínio por parte de grupos narcotraficantes, militares e paramilitares de direita e extrema-direita. Só para o PCC isto representou um saldo de cerca de 3.000 militantes assassinados. Para as forças democráticas da Colômbia significou candidatos presidenciais, presidentes de câmaras, autarcas, sindicalistas, dirigentes associativos assassinados aos milhares. De forma selectiva nuns casos. Indiscriminadamente noutros. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

7. O «El Niño» sabe que nos últimos 10 anos (1997-2007) o total de assassinatos eleva-se a mais de 6 mil. São homens e mulheres, novos e velhos, com nome. Mas a comunicação social dominante cala-se, ou refere friamente os números. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

8. O «El Niño» sabe que a Comissão Interamericana dos Direitos Humanos da Organização de Estados Americanos (CIDH) exigiu junto do governo colombiano “medidas cautelares de protecção para os dirigentes e sobreviventes da União Patriótica e do Partido Comunista Colombiano”. Acresce que a referida Comissão aceitou a queixa instaurada contra o Estado colombiano pelo genocídio político de que foram alvos a UP e o PCC. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

9. O «El Niño» sabe que a CIDH admitiu o caso em Março de 1997, e no Informe n.º5 do dia 12 desse mesmo mês reconheceu que as provas apuradas pela queixa “tendem a caracterizar uma conduta de perseguição política contra a União Patriótica cujo objectivo era exterminar o grupo, e a tolerância dessa prática por parte do Estado na Colômbia”. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

10. O «El Niño» sabe que a Corte Constitucional, órgão máximo da justiça colombiana, assinalou, na sentença n.º T-959/06, que “essa classe de propaganda desconhece que a União Patriótica foi um movimento político, que participou em actos eleitorais e que teve presença em distintos órgãos representativos. O ocultamento desta realidade tem como consequência a promoção de uma imagem negativa do movimento e dos seus membros, pois em lugar destes serem considerados legítimos actores políticos, são apresentados como responsáveis de delitos perpetrados contra civis”. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

    11. O «El Niño» sabe que os organizadores desta manifestação, realizada a 6 de Março na Colômbia, têm vindo a ser sistematicamente liquidados. Desde esse dia até hoje, Leónidas Gómez, da União Nacional de Empregados Bancários; Giraldo Gómez Alzate, membro do Centro de Estudos e Investigações Docentes; e Carlos Burbano, da Associação Nacional de Trabalhadores de Hospitais e Clínicas foram alguns dos assassinados. Muitos outros estão ameaçados de morte. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

12. O «El Niño» sabe que a violação da democracia e dos direitos humanos na Colômbia é o quotidiano da actividade do governo de Álvaro Uribe. Ver aqui. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

13. O «El Niño» sabe que « (…) eu, António Nogueira de Matos Vilarigues defendo, obviamente, a libertação de Ingrid Betancourt e todos os outros raptados pelas FARC. Mas também dos presos políticos às ordens do Governo». Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

14. O «El Niño» sabe que como é público e notório as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) não estiveram presentes na Festa do «Avante!» de 2006. Nem na Festa do «Avante!» de 2007. Nem vão estar na Festa do «Avante!» de 2008. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

 

O «El Niño» (e quase todos estes) sabe. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago (e quase todos estes)  é um homem cheio de princípios éticos…                     

                                                   

                                                                                   

sinto-me:
publicado por António Vilarigues às 08:15
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 1 de Julho de 2008

Mandela e o ANC deixam de ser terroristas?!...

   Lê-se e não se acredita!

Depois de idêntica votação na Câmara de Representantes, o Senado aprovou esta sexta-feira a decisão de retirar Mandela e o seu partido, o ANC, da lista negra do terrorismo americano. Segundo uma lei aprovada no mandato de Ronald Reagan, Mandela e os membros do ANC poderiam deslocar-se à sede das Nações Unidas, mas não estavam autorizados a viajar no resto do território americano. When ANC members apply for visas to the USA, they are flagged for questioning and need a waiver to be allowed in the country. In 2002, former ANC chairman Tokyo Sexwale was denied a visa. In 2007, Barbara Masekela, South Africa's ambassador to the United States from 2002 to 2006, was denied a visa to visit her ailing cousin and didn't get a waiver until after the cousin had died, Berman's legislation says.»)

Sempre que Mandela  foi à América, precisou de uma autorização especial.

Mandela, prémio nobel da paz, agrade encarecidamente aos americanos e a George Bush, que terá de promulgar aquela decisão, a magnanimidade do gesto!
                                                   
Vinte anos para tomar uma decisão! Não lhes perdoais, Senhor, que eles SABEM o que fazem...
                                                                  
Ler o que sobre terroristas e terrorismo se escreveu neste blog AQUI, AQUI e AQUI
                                                        
sinto-me:
publicado por António Vilarigues às 17:53
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 27 seguidores

.pesquisar

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Há 25 anos: A Guerra do G...

. Entrevista a René Gonzále...

. Cinco heróis cubanos pres...

. Quem disse que o actual p...

. A firma «Obama, Gates, In...

. Spínola não queria libert...

. Lévi-Strauss e Clausewitz

. Aos 89 anos Nelson Mandel...

. A mentira compulsiva como...

. Mandela e o ANC deixam de...

.arquivos

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Outubro 2018

. Julho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. álvaro cunhal

. assembleia da república

. autarquia

. avante!

. bce

. benfica

. blog

. blogs

. câmara municipal

. capitalismo

. caricatura

. cartoon

. castendo

. cds

. cdu

. cgtp

. cgtp-in

. classes

. comunicação social

. comunismo

. comunista

. crise

. crise do sistema capitalista

. cultura

. cultural

. democracia

. desemprego

. desenvolvimento

. desporto

. dialéctica

. economia

. economista

. eleições

. emprego

. empresas

. engels

. eua

. eugénio rosa

. exploração

. fascismo

. fmi

. futebol

. governo

. governo psd/cds

. grupos económicos e financeiros

. guerra

. história

. humor

. imagens

. imperialismo

. impostos

. jerónimo de sousa

. jornal

. josé sócrates

. lénine

. liberdade

. liga

. lucros

. luta

. manifestação

. marx

. marxismo-leninismo

. música

. notícias

. parlamento europeu

. partido comunista português

. paz

. pcp

. penalva do castelo

. pensões

. poema

. poesia

. poeta

. política

. portugal

. precariedade

. ps

. psd

. recessão

. revolução

. revolucionária

. revolucionário

. rir

. salários

. saúde

. segurança social

. sexo

. sistema

. slb

. socialismo

. socialista

. sociedade

. sons

. trabalhadores

. trabalho

. troika

. união europeia

. vídeos

. viseu

. vitória

. todas as tags

.links

.Google Analytics

blogs SAPO

.subscrever feeds