Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CASTENDO

TERRAS DE PENALVA ONDE «A LIBERDADE É A COMPREENSÃO DA NECESSIDADE»

O CASTENDO

TERRAS DE PENALVA ONDE «A LIBERDADE É A COMPREENSÃO DA NECESSIDADE»

Os «Legionários de Cristo» e a velha conspiração

Nesta coluna, no anterior número do Avante!, começámos a referir uma organização católica menos conhecida cuja acção decorre, normalmente, nos terrenos religiosos e laicos do ensino, da acção social e do combate à pobreza. No universo eclesiástico, é ferozmente conservadora, tal como se fosse uma extensão do Opus Dei e da Igreja conspirativa ou da Companhia de Jesus. Porque os «legionários» sobrepõem a tudo o mais a intransigência do dogma e a obediência incondicional à hierarquia e aos seus superiores. Cultivam a imagem de um certo diálogo aparente com o exterior. No entanto, tal como gosta de afirmar o seu director-geral, o aristocrático sacerdote mexicano P. Corcuera: «Somos como os futebolistas: se fizeres concessões e facilitares, perdes!». Por isso não cedem, só aparentam ceder.

Os «legionários» representam a ponta visível de uma montanha submersa que abriga, por um lado, centros vitais do Ensino, da «sociedade civil», das ONGS sociocaritativas, de lobbies da comunicação social, de centrais filantrópicas e vanguardistas no combate à pobreza, etc., etc.; por outro lado, o seu historial radica nas suas relações preferenciais com os regimes fascistas, com a banca subterrânea ou com o tenebroso mundo do crime e do narcotráfico (como está documentado), com fortes laços que identificam interesses financeiros da Igreja e as mais-valias dos grandes investidores anónimos. Abreviando dados conhecidos, recorde-se a ascensão fulminante dos LM a partir da subida ao poder, em Espanha, de José Maria Aznar e do PP – Partido Popular, numa linha de tradição que continua a ser mantida: «Nos anos 60, o comunismo adensava-se na Europa. Na Igreja, com João Paulo II, enraizou-se a tese de que à Igreja católica pertence, como direito natural, o papel de grande decisor político. A Igreja derrotou o marxismo. A Igreja fez opção preferencial pelos pobres. A Igreja substituiu-se ao Estado na redistribuição social da riqueza e na nova definição das redes públicas e privadas da acção social. Venha a nós o Poder». Uma síntese que se «apanha» nas entrelinhas de muitos documentos do Vaticano.

Ler Texto Integral

-

Sr. Bispo (...) vimos humildemente pedir a V. Exª (...) que açame os seus padres!

      A frase do título foi "roubada" ao seguinte texto de Eça de Queirós 

Uma Campanha Alegre (Volume II: Capítulo IV: Epístola ao sr. bispo do Porto, a respeito dos maus sacerdotes), por Eça de Queirós.

Vem isto a propósito de quê? Dos persistentes casos de pedofilia que envolvem padres católicos ao longo de décadas e décadas até aos dias de hoje.

     Ouçamos o que tem para nos dizer o o bispo auxiliar de Lisboa, D. Carlos Azevedo:

Bispo Auxiliar de Lisboa afirma que abusos sexuais a menores envergonham a Igreja Católica.

Ouviram «a maior parte das situações que são referidas são de há 20 anos, de há 30 anos»? Desculpe a franqueza, sr. bispo, mas as suas palavras mostram que, nesta matéria, a Igreja Católica continua a mentir e não ter vergonha nenhuma.

Nas seguintes declarações à LUSA o bispo persiste: 

D. Carlos Azevedo diz que abusos sexuais «envergonham» a Igreja.

 «A maior parte das situações é de há 30 ou 40 anos», ressalva D. Carlos Azevedo. Mas, sr. bispo, só em 2007 há, pelo menos, seis padres denunciados:

MP indiciou 10 padres por pedofilia entre 2003 e 2007 O estudo ‘Abusadores Sexuais – Uma perspectiva Neuropsicológica’ revela que entre 2003 e 2007 podem ter sido cometidos 10 crimes de pedofilia por padres, em Portugal. É este o número de sacerdotes indiciados pelo Ministério Público nesse período, revelado pela edição de hoje do i (...) O número é apontado por um estudo de Nuno Pombo, da Policia Judiciária (PJ), que investigou os 5128 casos denunciados nesses cinco anos. (...) Se em 2004 não há registo de qualquer denúncia relativa a padres, 2007 é o ano em que foram indiciados mais sacerdotes: seis.

     E o Vaticano está metido até ao pescoço no encobrimento desta porcaria, desde o papa Wojtila (João Paulo II), pelo menos, com o total envolvimento do actual papa Ratzinger (Bento XVI). E são estes dois que muita gente quer fazer passar por santos! Isto vem tudo no documentário do programa Panorama BBC de 2006:

Em português:

Este programa passou no último fim-de semana (20/21) na SIC Notícias. 

Publicado neste blogue:

adaptado de um e-mail enviado pelo Jorge

                                                                    

A mentira compulsiva como princípio ético da actividade política

    «El Niño Colombiano» é um homem cheio de princípios éticos, que enche a boca, e o teclado, com a defesa da democracia e dos direitos humanos.

Veio do Bloco de Esquerda e hoje milita no PS. Ideologicamente os ventos orientam-no em movimento tendencial para as concepções neo-liberais (embora diga o contrário).

1. O «El Niño» sabe que as primeiras guerrilhas na Colômbia surgiram em 1950 e até Setembro de 2001 nunca foram consideradas «terroristas». Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

2. O «El Niño» sabe que George Bush desencadeou em 2001 a sua guerra contra o terrorismo e o seu capataz colombiano, Álvaro Uribe, pediu que as  guerrilhas colombianas fossem reclassificadas como «terroristas». E Bush acedeu. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

3. O «El Niño» sabe que em Fevereiro de 2001, Manuel Marulanda, líder histórico das FARC, recebeu um «medalhão de paz». De um lado tinha imagens religiosas e do outro uma inscrição em latim: «Na Verdade está a Paz». Quem entregou o medalhão ao chefe guerrilheiro foi Andrés Pastrana, presidente colombiano. Interessante, mas não é tudo. Pastrana fê-lo a pedido de... João Paulo II. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

4. O «El Niño» sabe que quem pensa, no plano filosófico e ideológico, como ele está aglutinado no projecto do Pólo Democrático Alternativo (PDA). Onde o Partido Comunista também participa e é uma componente largamente minoritária. Os homens e mulheres do PDA arriscam diariamente a sua integridade física. Por vezes a própria vida. Pois o Tiago, cego, surdo e mudo, é incapaz de lhes fazer chegar uma atitude solidária. Uma palavra só que seja. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

5. O «El Niño» sabe que mais de metade dos sindicalistas assassinados em todo o mundo o são num só país: a Colômbia. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

    6. O «El Niño» sabe que em 1985 o Partido Comunista Colombiano integrou a “União Patriótica” (UP), movimento político amplo e democrático ao qual pertenciam também as FARC (na altura num processo de cessação de hostilidades e de pacificação). Na UP participavam igualmente diferentes grupos políticos de esquerda. Contra a UP foi desencadeada uma operação de extermínio por parte de grupos narcotraficantes, militares e paramilitares de direita e extrema-direita. Só para o PCC isto representou um saldo de cerca de 3.000 militantes assassinados. Para as forças democráticas da Colômbia significou candidatos presidenciais, presidentes de câmaras, autarcas, sindicalistas, dirigentes associativos assassinados aos milhares. De forma selectiva nuns casos. Indiscriminadamente noutros. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

7. O «El Niño» sabe que nos últimos 10 anos (1997-2007) o total de assassinatos eleva-se a mais de 6 mil. São homens e mulheres, novos e velhos, com nome. Mas a comunicação social dominante cala-se, ou refere friamente os números. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

8. O «El Niño» sabe que a Comissão Interamericana dos Direitos Humanos da Organização de Estados Americanos (CIDH) exigiu junto do governo colombiano “medidas cautelares de protecção para os dirigentes e sobreviventes da União Patriótica e do Partido Comunista Colombiano”. Acresce que a referida Comissão aceitou a queixa instaurada contra o Estado colombiano pelo genocídio político de que foram alvos a UP e o PCC. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

9. O «El Niño» sabe que a CIDH admitiu o caso em Março de 1997, e no Informe n.º5 do dia 12 desse mesmo mês reconheceu que as provas apuradas pela queixa “tendem a caracterizar uma conduta de perseguição política contra a União Patriótica cujo objectivo era exterminar o grupo, e a tolerância dessa prática por parte do Estado na Colômbia”. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

10. O «El Niño» sabe que a Corte Constitucional, órgão máximo da justiça colombiana, assinalou, na sentença n.º T-959/06, que “essa classe de propaganda desconhece que a União Patriótica foi um movimento político, que participou em actos eleitorais e que teve presença em distintos órgãos representativos. O ocultamento desta realidade tem como consequência a promoção de uma imagem negativa do movimento e dos seus membros, pois em lugar destes serem considerados legítimos actores políticos, são apresentados como responsáveis de delitos perpetrados contra civis”. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

    11. O «El Niño» sabe que os organizadores desta manifestação, realizada a 6 de Março na Colômbia, têm vindo a ser sistematicamente liquidados. Desde esse dia até hoje, Leónidas Gómez, da União Nacional de Empregados Bancários; Giraldo Gómez Alzate, membro do Centro de Estudos e Investigações Docentes; e Carlos Burbano, da Associação Nacional de Trabalhadores de Hospitais e Clínicas foram alguns dos assassinados. Muitos outros estão ameaçados de morte. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

12. O «El Niño» sabe que a violação da democracia e dos direitos humanos na Colômbia é o quotidiano da actividade do governo de Álvaro Uribe. Ver aqui. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

13. O «El Niño» sabe que « (…) eu, António Nogueira de Matos Vilarigues defendo, obviamente, a libertação de Ingrid Betancourt e todos os outros raptados pelas FARC. Mas também dos presos políticos às ordens do Governo». Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

14. O «El Niño» sabe que como é público e notório as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) não estiveram presentes na Festa do «Avante!» de 2006. Nem na Festa do «Avante!» de 2007. Nem vão estar na Festa do «Avante!» de 2008. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago é um homem cheio de princípios éticos.

 

O «El Niño» (e quase todos estes) sabe. Sabe mas cala, ou mente, esta realidade. Mas o Tiago (e quase todos estes)  é um homem cheio de princípios éticos…                     

                                                   

                                                                                   

América latina em notas

Texto de Pedro Campos
    « (...) As primeiras guerrilhas na Colômbia surgiram em 1950 e até Setembro de 2001 nunca foram consideradas «terroristas». Que sucedeu a partir dessa data? George Bush desencadeou a sua guerra contra o terrorismo e o seu capataz colombiano pediu que fossem reclassificadas como «terroristas».
3. Viajemos até Fevereiro de 2001. Para enorme raiva da reacção colombiana, Manuel Marulanda, líder histórico das FARC, recebeu um «medalhão de paz». De um lado tinha imagens religiosas e do outro uma inscrição em latim: «Na Verdade está a Paz». Quem entregou o medalhão ao chefe guerrilheiro foi Andrés Pastrana, presidente colombiano. Interessante, mas não é tudo. Pastrana fê-lo a pedido de... João Paulo II!!! O Papa a enviar presentes a «terroristas» de esquerda?»
(sublinhados meus)
              
Ler Texto Integral
                    

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    K

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    W

    X

    Y

    Z

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D