Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CASTENDO

TERRAS DE PENALVA ONDE «A LIBERDADE É A COMPREENSÃO DA NECESSIDADE»

O CASTENDO

TERRAS DE PENALVA ONDE «A LIBERDADE É A COMPREENSÃO DA NECESSIDADE»

We Shall Overcome

Desenho de Fernando Campos (o sítio dos desenhos)

-

Poucos intérpretes e criadores de música popular terão merecido ao desaparecerem o destaque sobre a sua figura e o seu trabalho que praticamente em todo o mundo foi atribuído à morte na passada semana, com 93 anos, de Pete Seeger.

É de sublinhar que a atenção dedicada pela comunicação social foi – inclusive em Portugal – bastante rigorosa, contrariamente ao que habitualmente sucede ao recordar de personalidades com uma postura tão firmemente progressista e de esquerda com foi a de Seeger. Para tanto terão seguramente contribuído três aspectos mais importantes que definem a sua personalidade e a sua vida: a coerência, a persistência e a simplicidade e modéstia sempre justamente assinaladas.

O noticiário que lhe foi dedicado fornece um panorama bastante completo do essencial da sua longa vida e da sua intensa actividade cultural e, sobretudo, cívica e política, mas existirão seguramente alguns aspectos que se justifica sublinhar e desenvolver.

Ler texto integral

-

Publicado neste blog:

-

12 anos de luta em defesa dos Cinco - Artistas norte-americanos exigem libertação

Cumpriram-se no dia 12 de Setembro 12 anos sobre a detenção dos Cinco patriotas cubanos em prisões norte-americanas. A data tem sido aproveitada para fazer crescer o coro de protestos contra a detenção e condenação injusta daqueles antiterroristas, cujo único «crime» foi o de tentarem evitar acções terroristas contra Cuba desencadeadas a partir de Miami.

No dia 11 de Setembro, um grupo de artistas dos EUA, encabeçado por Danny Glover e Edward Asner, e onde se incluíam, entre outros, Susan Sarandon, Oliver Stone, Martin Sheen, Pete Seeger, Ry Cooder, Bonnie Raitt, Crissie Hynde, Haskell Wexler, Graham Nash ou Jackson Browne, lançou um apelo aos colegas norte-americanos para que subscrevam uma carta, a enviar ao presidente Barack Obama, onde se exige a libertação imediata de Fernando Gonzalez, Gerardo Hernandez, Antonio Guerrero, Ramon Labañino e Rene Gonzalez.

Ler Texto Integral

-

-

Charles Tindley / Zilphia Horton / Guy Carawan / Frank Hamilton / Pete Seeger: We Shall Overcome

We Shall Overcome

-

1. We shall overcome
We shall overcome
We shall overcome some day

CHORUS: Oh, deep in my heart
I do believe
We shall overcome some day

2. We'll walk hand in hand
We'll walk hand in hand
We'll walk hand in hand some day

CHORUS

3. We shall all be free
We shall all be free
We shall all be free some day

CHORUS

4. We are not afraid
We are not afraid
We are not afraid some day

CHORUS

5. We are not alone
We are not alone
We are not alone some day

CHORUS

6. The whole wide world around
The whole wide world around
The whole wide world around some day

CHORUS

7. We shall overcome
We shall overcome
We shall overcome some day

CHORUS

Copiado AQUI

Para Ver e Ouvir «We Shall Overcome» de Charles Tindley / Zilphia Horton / Guy Carawan / Frank Hamilton / Pete Seeger:

_
adaptado de um e-mail enviado pelo Jorge

_

Nazim Hikmet: Kiz Çocuğu ... (actualização)

     Foi actualizado o post "Nazim Hikmet: Kiz Çocuğu / I Come and Stand at Every Door / The Little Dead Girl" com inserção de vídeos e texto na língua original, o turco.

                                                     

Nazim Hikmet: Kiz Çocuğu / I Come and Stand at Every Door / The Little Dead Girl

O governo da Turquia devolveu em 5 de Janeiro de 2009 a cidadania ao maior poeta turco - Nazim Hikmet - mais de 45 anos depois do seu falecimento!

    Um dos seus mais conhecidos poemas é "A menina morta" apresentada aqui em duas versões. Infelizmente não é possível ouvir a versão escrita por Howard Fast e cantada por Paul Robeson.

Escrita para as crianças de Hiroshima pode ser dedicada também a todas as crianças que morrem todos os dias em todas as guerras.

 

Para Ver e Ouvir:

Para Ver e LER:

     A versão cantada por Paul Robeson é uma tradução de Howard Fast.

 

The Little Dead Girl

(As sung by Paul Robeson)

                 

This little girl is at your door,
At every door, at every door.

And I am she you cannot see,
I am at your door, at every door.
I am at your door, at every door.

And for this child will never be
That love and laughter you have known.

At Hiroshima do you see
My flesh was seared to bone,
My flesh was seared to bone.
My hair was blue aflame,
Hot were my poor eyes, hot my hands.
Now just a trace of ash remains
Where I had played on smiling sands.
Stranger, what can you do for me,
This little ash, this little girl?
This human child like paper burned

Dry ash the cooling wind shall swirl,
Dry ash the cooling wind shall swirl
This little maid unseared by strife.

Oh stranger please do this for me.
Your name for mankind's peace and life,
And peace and life for all like me,
And peace and life for all like me.

Nazim Hikmet


   Versão de Pete Seeger:

 

I Come And Stand At Every Door

                              

I come and stand at every door
But no one hears my silent tread
I knock and yet remain unseen
For I am dead, for I am dead.

I'm only seven although I died
In Hiroshima long ago
I'm seven now as I was then
When children die they do not grow.

My hair was scorched by swirling flame
My eyes grew dim, my eyes grew blind
Death came and turned my bones to dust
And that was scattered by the wind.

I need no fruit, I need no rice
I need no sweet, nor even bread
I ask for nothing for myself
For I am dead, for I am dead.

All that I ask is that for peace
You fight today, you fight today
So that the children of this world
May live and grow and laugh and play.    

Nazim Hikmet

 

Notícias  AQUI, AQUI e AQUI 

                                                                   

adaptado de um e-mail enviado pelo Jorge                                                          

                                                                   

Adenda em 10/01 às 14h30m:

Em Turco:

 

Texto original AQUI 

                                               

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    K

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    W

    X

    Y

    Z

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D