Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CASTENDO

TERRAS DE PENALVA ONDE «A LIBERDADE É A COMPREENSÃO DA NECESSIDADE»

O CASTENDO

TERRAS DE PENALVA ONDE «A LIBERDADE É A COMPREENSÃO DA NECESSIDADE»

A CIA contra a URSS

cia-lobby-seal

 

Qualquer tentativa de analisar os serviços secretos ocidentais tem pela frente grandes dificuldades. O investigador escritor tem de atravessar um labirinto, deparando-se muitas vezes com um beco sem saída, outras descobre literalmente uma cova de lobo. As dificuldades são tanto de carácter conceptual, como ligadas à recolha e selecção dos factos. Apesar de o nosso objecto ter inquestionavelmente uma existência autónoma, e por vezes forças motrizes próprias, o trabalho dos serviços secretos, em última análise, não é mais do que a continuação das políticas dos respectivos governos por outros meios. Em muitos casos, no entanto, esse trabalho é de tal índole que é renegado oficialmente pelos próprios governos com aparente credibilidade. Só esta circunstância, já sem falar do natural secretismo, faz escassear os factos, os quais, como é sabido, são o oxigénio do investigador. Levados ao sufoco, respiram com dificuldade uma atmosfera envenenada, uma vez que em nenhuma outra esfera da acção do Estado no Ocidente se recorre tanto à desinformação.

Mas é uma necessidade premente penetrar nesta esfera. É absolutamente impossível compreender o mundo actual sem se ter em conta o trabalho dos serviços secretos, neste caso da CIA dos EUA, o qual afecta toda a humanidade. Isto não é de longe um exagero.

 

Sede CIA_Langley_Virginia

 

A Crise do Sistema Capitalista: Riqueza e pobreza nos EUA

   Com a chegada de Ronald Reagan à Casa Branca (1980) iniciou-se um processo de concentração de rendimentos que foi avançando cada vez mais rápido nas décadas posteriores:

  • Entre 1950 e 1980 os 1% mais ricos da população dos Estados Unidos absorviam cerca de 10% do Rendimento Nacional;

  • Entre 1968 e 1978 manteve-se abaixo desse número;

  • A partir de princípios dos anos 1980 essa participação foi ascendendo, em 1990 chegava a 15%;

  • E em de 2009 aproximava-se dos 25%;

  • Por sua vez, os 10% mais ricos absorviam 33% do Rendimento Nacional em 1950, mantendo-se sempre abaixo dos 35% até fins dos anos 1970;

  • Mas em 1990 já chegava aos 40% e em 2007 aos 50%.

Fonte: Thomas Piketty & Emmanuel Saez, "Top Incomes and the Great Recession: Recent Evolutions and Policy Implications", 13th Jacques Polak Annual Research Conference, Washington, DC-November 8–9, 2012.

-

-
  • O salário horário médio foi ascendendo em termos reais desde os anos 1940 até princípios dos anos 1970 em que começou a descer e, um quarto de século mais tarde, havia baixado em quase 20%.

  • A partir da crise de 2007-2008, com o rápido aumento do desemprego, acelerou-se a concentração de rendimentos e a queda salarial: alguns autores utilizam a expressão "implosão salarial".

  • Uma boa expressão da deterioração social é o aumento dos estado-unidenses que recebem bónus de ajuda alimentar ("food stamps"), a referida população indigente chegava a quase 3 milhões em 1969 (em plena prosperidade keynesiana), subiu para 21 milhões em 1980, para 25 milhões em 1995 e para 47 milhões em 2012.

Fontes: U.S. Bureau of Labor Statistics.

Lawrence Mishel and Heidi, "The Wage Implosion", Economic Policy Institute, June 3, 2009.

FRAC, Food Research and Action Center- SNAP/SNAP/Food Stamp Participation

-

A firma «Obama, Gates, Inc.» proíbe exibição de imagens de tortura de prisioneiros

Obama proíbe exibição de imagens de tortura de prisioneiros. Barack Obama decidiu não permitir a divulgação de novas fotografias que mostram soldados americanos, a maltratar prisioneiros no Iraque e no Afeganistão durante a administração de George W. Bush. A Casa Branca tinha dito que não iria bloquear uma ordem judicial que determinava a libertação das fotos. Mas o governo americano mudou de ideias.

    Além de Obama, é ele que aparece no vídeo da RTP acima. Veja a folha de serviços (em inglês) de:

Aqui é em castelhano. Um excerto:

«Fue ascendido a Director Adjunto de la CIA en 1986, y tras la dimisión del director William Casey en 1987, el Presidente Ronald Reagan nominó a Gates para dirigir la Agencia. Pero el Senado se mostró contrario a su confirmación, y tuvo que retirar su nominación. Esto se debió a que Gates había estado estrechamente relacionado con importantes figuras implicadas en el escándalo Irán-Contras, y a polémicos informes que había redactado en los que aconsejaba que EEUU debería intervenir militarmente en Nicaragua para neutralizar al gobierno sandinista enemigo de Washington».

                                                                   

adaptado de um e-mail enviado pelo Jorge

                                                                   

Mandela e o ANC deixam de ser terroristas?!...

   Lê-se e não se acredita!

Depois de idêntica votação na Câmara de Representantes, o Senado aprovou esta sexta-feira a decisão de retirar Mandela e o seu partido, o ANC, da lista negra do terrorismo americano. Segundo uma lei aprovada no mandato de Ronald Reagan, Mandela e os membros do ANC poderiam deslocar-se à sede das Nações Unidas, mas não estavam autorizados a viajar no resto do território americano. When ANC members apply for visas to the USA, they are flagged for questioning and need a waiver to be allowed in the country. In 2002, former ANC chairman Tokyo Sexwale was denied a visa. In 2007, Barbara Masekela, South Africa's ambassador to the United States from 2002 to 2006, was denied a visa to visit her ailing cousin and didn't get a waiver until after the cousin had died, Berman's legislation says.»)

Sempre que Mandela  foi à América, precisou de uma autorização especial.

Mandela, prémio nobel da paz, agrade encarecidamente aos americanos e a George Bush, que terá de promulgar aquela decisão, a magnanimidade do gesto!
                                                   
Vinte anos para tomar uma decisão! Não lhes perdoais, Senhor, que eles SABEM o que fazem...
                                                                  
Ler o que sobre terroristas e terrorismo se escreveu neste blog AQUI, AQUI e AQUI
                                                        

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • A

    B

    C

    D

    E

    F

    G

    H

    I

    J

    K

    L

    M

    N

    O

    P

    Q

    R

    S

    T

    U

    V

    W

    X

    Y

    Z

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D