TERRAS DE PENALVA ONDE «A LIBERDADE É A COMPREENSÃO DA NECESSIDADE»

Sexta-feira, 12 de Outubro de 2018
Jornadas do PCP: Um ano após os incêndios de outubro de 2017 outra política para a floresta e para o mundo rural

Convite incendios 2018-10.jpg

 

Jornadas do PCP

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 12:05
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 5 de Outubro de 2018
Viseu: Um ano após os incêndios de Outubro de 2017

Convite incendios 2018-10.jpg

Visitas, contactos com a população, reuniões com instituições da deputada na Assembleia da República Ângela Moreira e dos deputados do PCP no Parlamento Europeu João Ferreira e João Pimenta Lopes.

Concelhos abrangidos dias 14, 15 e 16: Carregal do Sal, Mangualde, Mortágua, Oliveira de Frades, Viseu, Vouzela.

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 11:47
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017
Deputados do PCP visitam zonas afectadas pelos incêndios

Incendio_spdrosul_14-08-16_lusa.jpg

Os fogos florestais trouxeram de novo a tragédia ao País, atingindo com particular dureza e violência o Distrito de Viseu.

Mais de uma dezena de vidas perdidas, milhares de hectares ardidos, casas e explorações agrícolas destruídas, centenas de cabeças de gado mortas, fábricas e actividades económicas afectadas, dão expressão real a esses dramáticos e fatídicos acontecimentos, vividos pelas populações nas aflitivas noite e madrugada de 15 para 16 de Outubro.

O PCP, em devido tempo, endereçou a todas as populações afectadas e aos familiares das vítimas, votos de profundo pesar e a sua mais activa solidariedade.

Mas o momento exige acção e respostas prontas para os problemas. É o tempo de cuidar das vítimas, de realizar procedimentos de emergência, em particular assegurando habitação a quem perdeu a sua, de restabelecer comunicações, de recuperar empresas e explorações agrícolas e pecuárias, de repor infraestruturas destruídas ou desactivadas, de dar alimento a quem dele necessita, de ajuda a relançar a vida a quem tudo perdeu, de acção eficaz e concertada para canalizar para o sitio certo os apoios necessários ao restabelecimento dos serviços e do potencial económico.

Com esse objectivo determinado, o Grupo Parlamentar do PCP, faz deslocar, Segunda-feira, dia 23 de Outubro,  aos concelhos de Nelas, Tondela, Santa Comba Dão, Mortágua, Oliveira de Frades e Vouzela os deputados António Filipe, João Ramos e Jorge Machado, que irão tomar contacto no terreno e fazer o levantamento dos danos sofridos, para intervir na Assembleia da República, tendo em conta a realidade concreta de cada território.

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 13:15
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 11 de Setembro de 2017
Carta distribuída pelos candidatos da CDU aos eleitores do Concelho de Vouzela

Carta Vouzela 2017 1.jpg

Carta Vouzela 2017 2.jpg

Clicar nas imagens para ampliar

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 13:04
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2016
Na maioria das assembleias de voto do distrito de Viseu mesas eleitorais sem garantia de pluralidade e isenção

presidenciais_logo_cor_2016

Afixadas as listas com os nomes dos elementos que irão constituir as Mesas que presidirão ao acto eleitoral para a Eleição do Presidente da República, a realizar a 24 de Janeiro, foi possível constatar que, na maioria dos Concelhos, na composição das Mesas não foi observado o princípio da “imparcialidade e pluralidade” que a CNE recomenda.

Conhecendo a particularidade da Lei conferir aos presidentes de câmara a prerrogativa de nomear as mesas, a candidatura de Edgar Silva no Distrito de Viseu, enviou a cada um dos 24 presidentes dos executivos municipais, uma carta onde se disponibilizava para colaborar no processo de constituição das mesas. Só a Câmara Municipal de São João da Pesqueira respondeu positivamente à nossa proposta. A Câmara de Viseu informou, através dos serviços, que remeteu o processo de nomeação para os presidentes de junta de freguesia e a Câmara de Carregal do Sal, enviou um email arrogante, reafirmando “o poder exclusivo de nomeação” conferido ao respectivo Presidente da Câmara.

Destaquemos contudo, por honrosas e excepcionais, as atitudes de presidentes de câmara que optaram por reconduzir as mesas que estiveram em exercício nas passadas eleições para a Assembleia da República ou chamaram para a constituição das mesmas os representantes das candidaturas, como aconteceu nos município de Armamar (em parte), Castro Daire, Cinfães, Lamego, Nelas, Penalva do Castelo, Sátão, Resende e nas mesas da sede do concelho de Vila Nova de Paiva, abrindo com este gesto os critérios de pluralidade aceites sem contestação por todas as candidaturas presentes no terreno e respeitando os pareceres da CNE (Comissão Nacional de Eleições), que tem recomendado que as mesas sejam constituídas tendo em conta a pluralidade das candidaturas concorrentes, integrando nas mesas, sempre que isso seja possível, representantes de cada uma delas. Aliás, princípio que é praticado em todas as outras eleições.

No conjunto de atitudes sectárias e arrogantes perpetradas noutros municípios, não podemos deixar de lamentar a incompreensível postura do Presidente da Câmara de São Pedro do Sul, que se arvora um democrata de convicções e defensor de princípios de equidade, que nomeou todas as mesas sem ter em conta a candidatura de Edgar Silva, banindo injustificadamente da constituição de algumas delas pessoas que durante anos exerceram a função com pedagogia, espirito de serviço público e absoluta isenção e competência.

Tudo até seria aceitável, se a verificação dos nomes propostos não revelasse que a maioria das mesas foi constituída por pessoas “afectas” ao partido que detém o poder na Câmara Municipal.

Comportamento igualmente prepotente e anti-democrático, assumiram os presidentes de câmara de Oliveira de Frades e Vouzela.

Em Viseu, fazendo como Pilatos, o Presidente da Câmara delegou a tarefa de constituição das mesas nos Presidentes de Junta de Freguesia, com a recomendação de “respeitarem todas as candidaturas”, como foi respondido a uma interpelação nossa.

Ora, se a intenção era “respeitar todas as candidaturas”, porque não tomou o Presidente da Câmara (ou alguém por ele) a iniciativa de convocar os mandatários das candidaturas, como seria curial, para em comum definirem os critérios de constituição das mesas? Não o fez porque, objectivamente, sabia constituir esta “descentralização” para as juntas, o alibi perfeito para não ser acusado da descarada discriminação de que foi alvo a candidatura de Edgar Silva.

A situação é tão bizarra e anacrónica que, das 7 freguesias do concelho de Viseu (em 25) que contactaram a candidatura de Edgar Silva para que lhes indicássemos nomes para a constituição das mesas, apenas 3 tiveram em conta esses nomes. Todas as outras ignoraram as propostas feitas, optando por nomeações de pessoas, em muitos casos exclusivamente ligadas à candidatura de Marcelo Rebelo de Sousa.

Com esta tomada de posição, a Comissão de Apoio à Candidatura de Edgar Silva a Presidente da República no Distrito de Viseu, pretende alertar para o facto indesmentível de, na maioria das assembleias e secções de voto do Distrito, não estarem garantidas as condições de pluralidade das mesas, o que põe em causa de forma flagrante o princípio da imparcialidade e o da garantia de tratamento isento para todas as candidaturas.

Sem contestar o direito que a Lei confere aos presidentes de câmara nesta matéria, iremos comunicar estes factos à CNE, para que esta aja em conformidade com a gravidade da situação.

Viseu, 14 de Dezembro de 2015

O Gabinete de Imprensa

da

Candidatura de Edgar Silva à Presidência da República


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 07:52
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 21 de Setembro de 2015
Viseu: Balanço de 11 dias de campanha (10 a 20 de Setembro)

Maçãs1

 

Balanço de 11 dias de campanha (10 a 20 de Setembro)

 

«Cinfães, Penalva do Castelo, Vila Nova de Paiva, Nelas, Carregal do Sal, Oliveira de Frades, Castro Daire, Moimenta da Beira, Viseu, Vouzela, Sátão, São João da Pesqueira, Santa Comba Dão, Resende, Lamego, Mortágua, Tarouca, Tondela, Mangualde, São Pedro do Sul, foram os concelhos percorridos em acções de pré-campanha desde o dia 10 pelos candidatos a deputados da CDU pelo círculo eleitoral de Viseu. Feiras, vilas e cidades, empresas e outos locais de trabalho, foram os locais privilegiados para o contacto com as populações.

Merece particular destaque a acção dos candidatos da CDU no passado Sábado, 19 de Setembro, de entrega simbólica de uma maçã produzida em Moimenta da Beira aos frequentadores do Continente de Viseu, com o objectivo expresso de chamar a atenção para a produção agrícola de excelência do nosso Distrito. A adesão da população superou todas as expectativas e choveram elogios e apoios.»

 

Francisco Almeida VNPaiva2

Oliveira Frades5

Joao Serra-Filomena Pires CDaire

 

«Em todo o lado a mesma revolta pelo estado a que o País chegou. A mesma dúvida na possibilidade de concretizar uma verdadeira alternativa. A mesma confusão sobre o que realmente se vota a 4 de Outubro: 230 deputados ou 1º ministro. O mesmo desencanto nos «políticos» que «são todos iguais». Mas também a mesma recepção simpática e afável.

Por toda a parte o esclarecimento dos candidatos e dos militantes e activistas da CDU. Que em 4 de o voto na CDU é o voto na verdade, no trabalho, na honestidade e na competência

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 16:25
link do post | comentar | favorito

Sábado, 20 de Junho de 2015
Assembleia da República aprovou propostas do PCP para o sector apícola

Apicultura_abelhas

Em anexo nota de imprensa sobre as votações ocorridas dia 11 de Junho na Assembleia da República, sobre um conjunto de propostas do Grupo Parlamentar do PCP, para o Sector Apícola.

As propostas hoje levadas a votação, foram preparadas com a auscultação das associações representativas dos apicultores do Distrito de Viseu, nomeadamente a Associação de Apicultores da Serra do Caramulo.

Destacar o facto do crescimento exponencial desta actividade por todo o  Distrito, com expressão significativa na economia local nos concelhos de S. Pedro do Sul, Tondela, Mortágua, Cinfães, Vouzela, Oliveira de Frades, Sernancelhe e Moimenta da Beira.

As propostas agora não aprovadas, serão levadas de novo a votação logo que se mostre oportuno fazê-lo, no sentido de dotar o sector Apícola de normas e leis que o protejam e proporcionem um crescimento sustentado desta fileira do sector primário.
 

sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 06:16
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 30 de Março de 2015
Almoço Comemorativo 94º Aniversário PCP - Penalva do Castelo

Almoço 94 PCP Penalva do Castelo1

Almoço 94 PCP Penalva do Castelo2

Almoço 94 PCP Penalva do Castelo

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 06:47
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 20 de Março de 2015
Penalva do Castelo: Almoço Comemorativo 94º Aniversário PCP

Aniversario_PenalvaCastelo_2015

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 07:39
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 19 de Março de 2015
94º Aniversário do PCP Comemorado em Viseu

pcp_94anos_vertical

94º Aniversário do PCP Comemorado em Viseu

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 14:59
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 29 de Outubro de 2013
O governo e a política de terrorismo social

-

Clicar na imagem para visualizar a ligação

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 21:01
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 7 de Outubro de 2013
Já me começam a faltar os adjectivos... «Arre, pôrra, que é demais!»
-

Está previsto que, no distrito de Viseu, encerrem 17 das 24 repartições de Finanças, ficando apenas abertas as de Viseu, Tondela, Moimenta da Beira, Lamego, Mangualde, S. Pedro do Sul e Vouzela.

Passadas as eleições autárquicas, o Governo deve também em breve concretizar o anunciado encerramento de tribunais (diz a notícia).

-

Já me começam a faltar os adjectivos...

-

Tal como a CDU previu e preveniu, os executandes das ordens das troikas estrangeira e nacional numa acção, nojenta e de autêntica pulhice, de ocultação das medidas já previstas desde Maio, adiaram para depois de 29 de Setembro a sua divulgação.

E o cidadão Aníbal Cavaco Silva, que, ao que parece, anda para aí travestido de Presidente da República, faz que assobia para o lado.

Pelo meio os chamados órgãos de soberania (Governo e Presidente da República) promovem, com o seu silêncio cúmplice, uma acção de genuflexão à troika estrangeira e de verdadeira traição nacional. BE, FMI e UE, sentindo-se impunes, não hesitam em avançar com uma inadmissível operação de chantagem sobre o Tribunal Constitucional, uma verdadeira provocação à soberania nacional e afronta à nossa dignidade como Povo.

«Caso algumas destas medidas sejam consideradas inconstitucionais pelo Tribunal Constitucional (TC), o "Governo teria de reformular o projeto de orçamento a fim de cumprir a meta do défice acordada", lê-se no comunicado sobre as oitava e nona avaliações regulares ao cumprimento do Programa de Assistência Económica e Financeira (PAEF).

Esta situação, acrescentam as três instituições, "implicaria riscos acrescidos no que se refere ao crescimento e ao emprego e reduziria as perspetivas de um regresso sustentado aos mercados financeiros".»

-

«Arre, pôrra, que é demais!»

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 17:31
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quarta-feira, 6 de Março de 2013
As iniciativas que assinalam o 92º Aniversário do PCP no Distrito de Viseu

-

As iniciativas que assinalam o 92º Aniversário do PCP no Distrito de Viseu

-

Dia

Hora

Concelho

Iniciativa

Convidado

08/3

19

V. Nova de Paiva

Jantar Restaurante “A Rampa

JoãoAbreu– Responsável da DORV e do Comité Central do PCP

09/3

19

Penalva Castelo

Jantar Restaurante

O Recanto

Carlos Gonçalves – da Comissão Política do Comité Central

10/3

19

Mangualde

Jantar Restaurante “Gestur

Manuel Rodrigues – do Comité Central do PCP

10/3

19

Lamego

Jantar

Pensão Joaninha

Agostinho Lopes – do Comité Central do PCP

17/3

12

Tondela

Almoço

Pavilhão  Junta de Freguesia de Molelos

Ilda Figueiredo – do Comité Central do PCP

17/3

12

Cinfães

Almoço Restaurante “Soares” - Nespereira

Bruno Dias – Deputado na AR, do Comité Central do PCP

07/04

12

Mortágua/Stª Comba

Almoço

 

06/04

21

Vouzela

Jantar

 

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 12:10
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 8 de Junho de 2012
Vila Nova de Paiva: Valeu e vale a pena lutar!

-

O Núcleo de Vila Nova de Paiva da Comissão de Utentes dos Serviços Públicos de Saúde do Distrito de Viseu há muito vem travando uma luta reclamando a colocação de mais médicos no nosso Centro de Saúde local.

Nesta luta, em que tem participado uma grande parte da população deste concelho, deslocámo-nos à sede do Agrupamento de Centros de Saúde Dão Lafões II em Vouzela, concentrámo-nos junto ao Centro de Saúde de Vila Nova de Paiva, deslocámo-nos e concentrámo-nos junto à Administração Regional de Saúde do Centro (Coimbra) e junto aos Hospitais da Universidade de Coimbra com a nossa reclamação e em defesa do Serviço Nacional de Saúde.

Valeu a pena a nossa luta!

Recentemente, foi colocada mais uma médica no nosso Centro de Saúde, o que vem melhorar as condições de atendimento aos utentes deste concelho.

E porque vale a pena lutar, não podemos agora cruzar os braços! Queremos melhorar a situação do Serviço de Saúde no nosso concelho. A situação melhorou, mas o problema de fundo ainda se mantém (os médicos, enfermeiros e pessoal auxiliar ainda não são suficientes para repor os níveis de atendimento anteriormente existentes, com horários compatíveis com as necessidades da população, que abranjam o fim-de-semana).

Por isso, apelamos à população deste concelho para que participe na manifestação que a CGTP vai realizar no Porto, no próximo dia 9 (sábado), reclamando, entre outras coisas, a defesa dos serviços públicos, que fazem falta às populações.

Haverá transporte a partir de Vila Nova de Paiva, com saída às 9 horas, junto à Câmara Municipal.

Vila Nova de Paiva, 5/06/2012

Comissão de Utentes dos Serviços Públicos de Saúde do Distrito de Viseu

(Núcleo de Vila Nova de Paiva)

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 12:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quarta-feira, 21 de Março de 2012
91º Aniversário do PCP em Mangualde
-

sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 12:27
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 20 de Março de 2012
91º Aniversário do PCP em Viseu

91º Aniversário do PCP em Viseu

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 12:34
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 19 de Março de 2012
Comemorar o 91º aniversário do Partido - Lamego

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 07:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Domingo, 18 de Março de 2012
Comemorar o 91º aniversário do Partido - Cinfães

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 07:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sábado, 17 de Março de 2012
Comemorar o 91º aniversário do Partido - São Pedro do Sul

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 12:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 13 de Março de 2012
Comemorar o 91º aniversário do Partido - Mangualde

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 12:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 12 de Março de 2012
Comemorar o 91º aniversário do Partido - Viseu

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 12:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 5 de Março de 2012
Comemorar o 91º aniversário do Partido - Vila Nova de Paiva e Sátão

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 12:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Comemorar o 91º aniversário do Partido - Tondela

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 12:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sexta-feira, 2 de Março de 2012
Comemorar o 91º aniversário do Partido, preparar a Greve Geral
-

COMEMORAÇÕES DO 91º ANIVERSÁRIOS DO PCP VISEU 2012

-

-

 

 


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 16:05
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 22 de Março de 2011
90º Aniversário do PCP no Concelho de Viseu

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 21:12
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 11 de Março de 2011
Comemorações do 90º ANIVERSÁRIO do PCP VISEU 2011

Concelho

Local/Iniciativa

Dia

Hora

Orador

Mangualde

Ass. Cubos/Debate

5/03/11

21,00

M. Rodrigues – C. Central

V. N. Paiva/Sátão

 

6/03/11

12,30

Patricia Machado – C- Central

Tondela

Almoço/Ponto de Encontro

13/03/11

12,30

Vladimiro Vale - C.Politica do C.C.

Lamego/Tarouca/Armamar

Cambres- “O Febras

13/03/11

13,00

Jorge Machado

Deputado A.R.

Lamego

Cambres – Romagem Campa do C/Monteiro

 

 

João Cordeiro  - DORV

Mangualde/Penalva/Nelas

Almoço/Gestur

   20/03/11

12,30

IldaFigueiredo - C. Central Deputada PE

Cinfães

Almoço/ Pedra Azul

20/03/11

12,30

Bruno Dias -  C. Central Deputado AR

Mortágua/Stª Comba

Almoço/Delicias do Dão

20/03/11

12,30

 

Viseu

Viseu

Colóquio 90º Aniversário

Hotel Durão/Almoço

27/03/11

27/03/11

10,30

12,30

Francisco Lopes - C. Politica e Sc. C. C. Deputado AR

Francisco Lopes

S.P. Sul, Vouzela, Oliveira de Frades

Restaurante “O Meu Menino

2/04/11

20,00

Vasco Cardoso - C. Política C. C.

Resende

                Convívio

16/04/11

16,00

João Abreu – C. Central

-

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 13:08
link do post | comentar | favorito

Domingo, 10 de Outubro de 2010
Contra as Portagens nas Auto-estradas A25, A23 e A24

No passado recente, os actuais responsáveis pelo governo do país afirmaram posições contra a introdução de portagens nas auto-estradas A25, A24 e A23 – vejam-se as posições assumidas pelo PS nas últimas duas campanhas eleitorais, o programa do actual Governo discutido na Assembleia da República ou as afirmações de José Sócrates, na qualidade de Primeiro-Ministro, em 30.Set.06, aquando da inauguração do troço da A25 entre Boaldeia e Mangualde. Mas, faltando à palavra dada e aos compromissos assumidos, o Governo acaba de decidir impor o pagamento de portagens, nestas auto-estradas, até 15 de Abril de 2011 [cf. Resolução do Conselho de Ministros 75/2010, publicada em 22/Set/10].

Esta resolução ignora questões centrais que deviam estar presentes num processo de decisão nesta matéria:

  1. Não existem alternativas a estas vias rodoviárias estruturantes, uma vez que a EN16, a EN 2, EN 18 e EN17 são manifestamente desadequadas como vias inter-regionais, encontram-se num permanente estado de degradação e, em boa parte do seu percurso, são apenas ruas de diversas localidades. É assim que o indicador assumido pelo Governo, segundo o qual o tempo do percurso alternativo não pode ser superior a 1,3 vezes ao tempo de percurso nas SCUT, é largamente ultrapassado no caso da A25, A24 e A23 ;

  2. O traçado muito sinuoso e com declives acentuados destas auto-estradas coloca-as muito aquém da qualidade de outras;

  3. O poder de compra per capita da maioria dos concelhos servidos pela A25, A24 e A23 fica muito distante da média nacional ou mesmo dos 90 % desse valor médio (um dos critérios fixados pelo Governo para avançar com as portagens) – ficando, na maioria dos casos, por metade do valor médio nacional e a um quinto da região de Lisboa, segundo o INE [ver mapa anexo];

  4. O índice de disparidade do PIB per capita das regiões servidas por estas auto-estradas face ao valor nacional fica muito abaixo dos 75% que a União Europeia utiliza para identificar as regiões desfavorecidas ( o Governo fixou para Portugal esse índice em 80% como critério) – por exemplo: NUT Dão-Lafoes - 63,1 %, NUT Serra da Estrela - 55,8 %, NUT Pinhal Interior Sul - 67,2%, NUT Beira Interior Norte - 70,6 %,  NUT Douro - 67,3 % ou NUT- Alto Trás-os -Montes 59,8%  [fonte Eurostat];

  5. Os estudos encomendados pela Estradas de Portugal. EPE recomenda claramente que não sejam introduzidas portagens na A25, A24 e A23 [“ O regime SCUT enquanto instrumento de correcção de assimetrias regionais – estudo de critérios para aplicação de portagens em auto-estradas SCT” | F9 Consulting – Consultores Financeiros, SA,  18/Out/2006];

  6. Investigação promovida pelo Instituto de Estudos para o Desenvolvimento demonstra de forma nunca desmentida que o investimento em infra-estruturas rodoviárias produz a prazo um aumento acumulado do produto demonstrando que "os investimentos em SCUT geram efeitos no produto largamente superiores ao custo envolvido" provocando também "efeitos de spillover regionais" - ou seja, não são só as regiões onde os investimentos foram feitos que beneficiam das SCUT; as regiões onde não houve investimento beneficiam também [“O impacto económico e orçamental do investimento em SCUTS”| Alfredo Marvão Pereira e Jorge Miguel Andraz, 2006].

A introdução de portagens nestas vias de comunicação agravaria os dramáticos indicadores atrás referidos e seria profundamente prejudicial e injusta para a economia e as populações, nomeadamente dos distritos de Viseu, Guarda, Castelo Branco e Aveiro.

Estas auto-estradas, nomeadamente a A25, são das principais vias de escoamento terrestre de produtos e mercadorias produzidas no país. O pagamento de portagens provocaria um aumento do custo de vida, criaria mais dificuldades às empresas e agravaria a situação económica e social do país e desta vasta região.

De um outro ponto de vista importa afirmar que o pagamento de portagens na A25, A23 e A24 seria uma medida que em nada contribuiria para combater a interioridade e a desertificação que hoje afectam estes distritos do interior do país.

As razões que aqui apontamos levam-nos a afirmar que, porque temos razão, prosseguiremos a luta contra as portagens nas auto-estradas A25, A24 e A23.

Estaremos na rua no próximo de 8 de Outubro buzinando contra as portagens e voltaremos com outras formas de protesto enquanto o Governo ou a Assembleia da República não decidirem alterar o rumo traçado na Resolução do Conselho de Ministros 75/2010, pondo fim à decisão de introduzir portagens na A25, A24 e A23.

Viseu, 6 de Outubro de 2010

-

Poder de compra per capita por localização geográfica

(Estudo sobre o poder de compra concelhio. INE, 2007)

-


Fonte: www.ine.pt



Localização geográfica Poder de compra per capita (%)

Portugal

*  100%





Cinfães

49,30%



Resende

47,95%



Armamar

49,83%



Lamego

77,64%



Moimenta da Beira

54,03%



São João da Pesqueira

55,05%



Tarouca

59,06%



Castro Daire

52,23%



Oliveira de Frades

71,71%



Penalva do Castelo

47,58%



São Pedro do Sul

56,30%



Sátão

52,12%



Vila Nova de Paiva

48,50%



Vouzela

53,62%



Fornos de Algodres

51,92%



Celorico da Beira

55,72%



Figueira de Castelo Rodrigo

54,80%



Pinhel

58,71%



Trancoso

57,32%



Lisboa

235,74%



* Base 100 - valor médio nacional

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 00:09
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 7 de Outubro de 2010
GRANDE BUZINÃO contra as portagens na A25, A24 e A23

Clicar na imagem para visualizar a ligação

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 14:07
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 30 de Junho de 2010
Viseu contra os Mega-Agrupamentos

Realizou-se, em Viseu, uma manifestação contra o encerramento de escolas e a criação de mega-agrupamentos onde participaram mais de 500 pessoas. Francisco Almeida, dirigente do Sindicato dos Professores da Região Centro, afirmou que estas medidas impostas pelo Ministério visam a redução do investimento na Educação terão resultados desastrosos em muitos concelhos.

-


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 07:07
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2010
Há alternativas e soluções para um País mais justo

     Na abertura das Jornadas Parlamentares do PCP que se realizaram no distrito de Viseu, Bernardino Soares afirmou na sua intervenção que O PCP está a cumprir os seus compromissos. Apresentou algumas das suas principais propostas para a resolução dos problemas do país e para a correcção das injustiças criadas pelo Governo PS. São exemplos as alterações às normas do Código de Trabalho e da legislação da Administração Pública, do novo regime de financiamento do ensino superior (aliás já agendado para discussão), ou da proposta para o alargamento dos critérios de acesso ao subsídio de desemprego, depois de estas propostas terem sido apresentadas por nós 7 vezes na anterior legislatura e 7 vezes chumbadas pela maioria PS. É assim que se respeita a vontade do povo que nos elegeu: cumprindo os compromissos e traduzindo em propostas a vontade e a necessidade de mudança política.

     Jerónimo de Sousa, na sua intervenção, afirmou que "o que Portugal precisa não é de renovar o consenso que há muito existe entre os partidos que se têm revezado no governo do país.Portugal precisa de concretizar uma política alternativa que lhe devolva uma dinâmica de desenvolvimento económico e social e que inverta o progressivo agravamento dos problemas económicos e sociais."

     No final do primeiro dia das Jornadas Parlamentares, o PCP anunciou que vai avançar com um agendamento potestativo na Assembleia da República com o objectivo de levar à discussão e votação em Plenário o seu Projecto de Lei que acaba com a desregulamentação dos horários de trabalho imposta pelo Código do Trabalho do Governo PS.

     No encerramento das Jornadas Parlamentares do PCP, Bernardino Soares apresentou as conclusões destes dois dias de trabalho, afirmando que é preciso não esquecer de quem são as responsabilidades pela situação a que chegámos no nosso país.

A política de direita dos sucessivos governos é responsável pelo aumento das desigualdades, pela dimensão da pobreza, em consequência dos baixos salários e pensões e prestações sociais degradadas.

                                        


sinto-me:

publicado por António Vilarigues às 10:04
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Jornadas do PCP: Um ano a...

Viseu: Um ano após os inc...

Deputados do PCP visitam ...

Carta distribuída pelos c...

Na maioria das assembleia...

Viseu: Balanço de 11 dias...

Assembleia da República a...

Almoço Comemorativo 94º A...

Penalva do Castelo: Almoç...

94º Aniversário do PCP Co...

O governo e a política de...

Já me começam a faltar os...

As iniciativas que assina...

Vila Nova de Paiva: Valeu...

91º Aniversário do PCP e...

arquivos
tags

álvaro cunhal

assembleia da república

autarquia

avante!

bce

benfica

blog

blogs

câmara municipal

capitalismo

caricatura

cartoon

castendo

cds

cdu

cgtp

cgtp-in

classes

comunicação social

comunismo

comunista

crise

crise do sistema capitalista

cultura

cultural

democracia

desemprego

desenvolvimento

desporto

dialéctica

economia

economista

eleições

emprego

empresas

engels

eua

eugénio rosa

exploração

fascismo

fmi

futebol

governo

governo psd/cds

grupos económicos e financeiros

guerra

história

humor

imagens

imperialismo

impostos

jerónimo de sousa

jornal

josé sócrates

lénine

liberdade

liga

lucros

luta

manifestação

marx

marxismo-leninismo

música

notícias

parlamento europeu

partido comunista português

paz

pcp

penalva do castelo

pensões

poema

poesia

poeta

política

portugal

precariedade

ps

psd

recessão

revolução

revolucionária

revolucionário

rir

salários

saúde

segurança social

sexo

sistema

slb

socialismo

socialista

sociedade

sons

trabalhadores

trabalho

troika

união europeia

vídeos

viseu

vitória

todas as tags

LIGAÇÕES A CASTENDO
Google Analytics
blogs SAPO
subscrever feeds